Entrevista do Mês

Arroto do boi não tem culpa

Entrevista

O tema das emissões de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera é sempre controverso, mais ainda àqueles que desejam ser tendenciosos. O Brasil responde por apenas 2% das emissões globais de GEE, enquanto China, EUA e UE correspondem a 50%. Leve para onde for esta entrevista com Alexandre Berndt, pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste.

Adilson Rodrigues
[email protected]

Revista AG – Em relação ao aquecimento global, é um problema real?

Alexandre Berndt – Apesar de existirem grupos céticos a esse fenômeno, sou da ala que acredita no IPCC, que consegue associar o aumento de emissão dos gases de efeito estufa com o aquecimento do planeta. O efeito é global, é real. O IPCC deve lançar um relatório ainda neste ano demonstrando que já estamos batendo 1,5 °C de aquecimento. Enfim, isso é o que tentávamos evitar. Todos os esforços inter nacionais eram para não chegar a 2 °C. Vamos esperar o relatório ser publicado para poder avaliar melhor.

Revista AG – O que é o IPCC?

Alexandre Berndt – É um painel internacional de especialistas em mudanças climáticas. Ele congrega cientistas do mundo inteiro. No Brasil, são vários os representantes. Periodicamente, esses cientistas publicam relatórios com a consolidação de todas as informações coletadas. O último relatório é o quinto. Os relatórios do IPCC são chamados de “Assessment Reports” ou Relatórios de Avaliação. O sexto deve ser publicado em 2021.

Revista AG – Qual é o impacto de termos um aumento de 2 °C na temperatura?

Alexandre Berndt – Depende onde é o problema. Na pecuária, a gente pode ter impacto em ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!