Entrevista do Mês

A chave para a Eficiência

null

A topografia existente na paisagem da fazenda é o elemento que determina onde será instalada toda a infraestrutura agrícola e pecuária, seja ela um reservatório de água, uma estrada, um curral, um piquete ou até uma integração silvipastoril. Se você não sabia, conheça detalhes do Plano Keyline/Regrarians nesta entrevista exclusiva com Darren J. Doherty, especialista em design de fazendas que ministrará, pela primeira vez no Brasil, o treinamento REXi, em Palmas/ TO, de 10 a 13 de agosto.

Adilson Rodrigues
[email protected]

Revista AG – O que é o Plano Keyline e como ele se aplica à agricultura brasileira?

Darren J. Doherty – O Plano Keyline foi desenvolvido nos anos de 1940 a 1970 pelo geólogo australiano de mineração P.A. Yeomans (1905-1984). A metodologia centra-se no objetivo primário de controlar a água em paisagens agrícolas. Um Plano Keyline é centrado em torno da Escala Keyline de Permanência (KSOP), que estabelece a prioridade entre os diferentes elementos na seguinte ordem: clima, forma da terra (topografia), abastecimento de água, estradas agrícolas, árvores, construções permanentes, cercas de subdivisão e solos. Já a Plataforma Regrarians®, da qual estou à frente, é adaptada da KSOP e perpetua essa prática. Todas as paisagens agrícolas do mundo se beneficiariam da aplicação do Plano Keyline/Plataforma Regrarians, e o Brasil não é exceção.

Revista AG – Então investir no design da propriedade não é apenas para deixá-la bonita, mas também mais eficiente?

Darren J. Doherty – As fazendas planejadas de acordo com o Plano Keyline/Plataforma Regrarians são inerentemente belas e eficientes.

Nesta estrutura de...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!