Matéria de Capa

Domínio no CEIP

Matéria

Primeiro programa a obter o certificado do Mapa que atesta o melhoramento genético, DeltaGen foca em fertilidade, ganho de peso, precocidade de abate e carcaça

Adilson Rodrigues
[email protected]

As transformações incríveis da pecuária brasileira impactaram sobremaneira a pista de julgamento, principalmente nas raças zebuínas, antes tida como a grande vitrine de melhoramento genético. Por outro lado, abriu espaço para o surgimento de uma gama de programas de avaliação genética, retratados aqui em nosso especial da Revista AG.

Como vimos na edição anterior, um dos programas surgidos é a Conexão Delta G, que trabalha especificamente com uma raça taurina e outra sintética. Esse é o grande legado do renomado zootecnista Luiz Alberto Fries.

Mas não só dele é o mérito da criação de um dos maiores projetos das raças Hereford e Braford do mundo. Fries iniciou o programa coletando dados dos animais das tradicionais famílias Pötter e Zart, que, em 1973, uniram-se no intuito de consolidar um genuíno programa de melhoramento genético.

Esse foi o embrião da Conexão Delta G, aberto à participação dos demais criadores a partir de 1993. “Sem o empenho deles não teríamos todo esse progresso de seleção genética das duas raças nem a formatação e a grandeza da Delta G como ela é hoje”, como bem lembra a criadora Renata Eichenberg, da Estância Silêncio.

Matéria

Moacyr Fregonesi estima que a DeltaGEN possua 52% do mercado CEIP e mais de 10% do Nelore nacional

E foi a partir de tais avanços que também nasceu a campeã do Troféu Touro de Ouro 2018, na recém-lançada ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!