Falou

EVOLUÇÃO NO CAMPO

Falou

“O pleno desenvolvimento do pasto passa pelo bom condicionamento e manutenção da fertilidade do solo’’

O diretor de Produtos Premium da Mosaic Fertilizantes, Christian Pereira, destaca as tecnologias da empresa que estão impulsionando a agropecuária brasileira

Revista AG – Um dos principais fatores da baixa produtividade da pecuária brasileira é a baixa qualidade da pastagem oferecida ao rebanho bovino. O uso de tecnologia voltada às pastagens tende a crescer?

Christian Pereira - De acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), em 2017, o agronegócio representou cerca de 22% do PIB do País. Deste total, a pecuária foi responsável por 31%. Essa significativa contribuição só foi possível devido ao uso de tecnologia, fator que proporciona a modernização do setor, além do aumento na produção e na produtividade. Nas últimas três décadas, importantes avanços foram feitos no campo da genética dos rebanhos bovinos, sistemas de manejo e gestão de propriedades, o que impulsionou um aumento da produção de carne de aves em 22 vezes e quatro vezes nas de carnes suína e bovina. Apesar deste cenário promissor, metade das áreas de pastagem encontram- se em algum estágio de degradação. Temos um grande potencial para crescer, no entanto, existe uma dificuldade em obter capilaridade de extensão rural necessária para uma aceleração de curto prazo. A tecnologia já existe, mas ainda não foi possível difundi-la de forma eficiente.

Revista AG - Nesse aspecto, a Mosaic possui tecnologias capazes de melhorar a fertilidade do solo, visando o pleno desenvolvimento do pasto?

Christian Pereira - Por serem uma cultura semiperene, as pastagens permanecem na área, tanto no período das águas, como no das secas. Dessa maneira, o pleno desenvolvimento do pasto passa pelo bom condicionamento e manutenção da fertilidade do solo. A Mosaic Fertilizantes possui em seu portfólio produtos que apresentam modernas tecnologias para construção e manutenção da fertilidade para todas as culturas, não somente para as pastagens. Com o aumento crescente de períodos de veranicos, como o que ocorreu no Paraná na última safra, tornou-se imprescindível o desenvolvimento de um sistema radicular mais robusto, capaz de buscar água em maiores profundidades.

Revista AG – Aliás, quais são os produtos da linha de fertilizantes da Mosaic voltadas para essa área?

Christian Pereira - O FNR Bayovar é um fosfato natural reativo com excelente performance em ambientes de solos ácidos, garantindo uma nutrição eficiente mesmo em condições adversas para o uso de fontes fosfatadas. As Misturas NPK são um conjunto dos mais variados balanços de NPK para atender as diversas recomendações para os diferentes tipos de solo e de forrageiras utilizadas e o ExceleN é uma fonte de nitrogênio que protege a volatilização da fonte nitrogenada.

Revista AG – A empresa reforçou, recentemente, o portfólio para nutrição animal com o lançamento do Foscálcio 19 Microgranulado. Fale sobre essa novidade e como os pecuaristas podem obter melhores resultados através desse produto.

Christian Pereira - O Foscálcio 19 microgranulado é um produto que apresenta um equilíbrio químico perfeito, o que o torna uma fonte de alto valor nutricional e de alta biodisponibilidade. Consequentemente, proporciona aos animais uma maior absorção de fósforo para suas funções produtivas e reprodutivas. Outra característica importante da linha Foscálcio é sua alta pureza, que confere aos produtos segurança no uso e melhor utilização dos minerais essenciais, como cálcio e fósforo.

Revista AG – Onde ficam as operações e negócios da companhia no mundo?

Christian Pereira - A Mosaic entrega produtos para mais de 40 países. A sede é nos EUA, mas há operações no Paraguai, Canadá, China, Índia, Austrália, Peru e Arábia Saudita. No Brasil, a empresa possui seis minas de fosfato e uma de potássio. São aproximadamente 15 mil funcionários no mundo.

Revista AG – Que tipo de cuidados com o meio ambiente a empresa toma durante a extração dos minérios de potássio e fósforo?

Christian Pereira - A empresa está comprometida com uma postura sustentável e responsável em todos os aspectos de atuação, por isso, conta com profissionais especializados (engenheiros ambientais, engenheiros de mina, geólogos, entre outros) que estão constantemente monitorando a qualidade das águas, solos e minérios. A Mosaic Fertilizantes possui certificações de Gestão de Qualidade e Meio Ambiente e passa por auditorias periódicas para melhorar continuamente os processos, minimizando os impactos das operações.