Ovinos/Caprinos

Queijo de leite de cabra com propriedades anti-inflamatórias

Ovinos/Caprinos

A bactéria Lactobacillus rhamnosus EM 1107, empregada na produção de queijo de leite de cabra, apresentou capacidade de sobreviver ao processo digestivo e controlar respostas inflamatórias intestinais. Foi o que mostrou pesquisa da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em parceria com a Embrapa e publicada na revista Journal of Functional Foods. O micro-organismo é um dos isolados de produtos lácteos que são estudados pela Embrapa Caprinos e Ovinos, e instituições parceiras para atuarem como ingredientes de produtos lácteos benéficos à saúde. Entre eles, um queijo caprino 100% nacional que terá essa bactéria em sua composição e que já está sendo testado no laticínio da Fazenda Carnaúba, em Taperoá/PB.


Curso aborda verminose

A Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco) promoverá, no dia 27 de abril, o curso “Como controlar a verminose do seu rebanho”. A parte teórica, pela manhã, será no Sindicato Rural de São Manuel/SP, e, a parte prática, na Fazenda Borborema. Informações e inscrições no site www.aspaco.org.br.


III Missão Brasil-Portugal

O Grupo de Extensão da Pesquisa em Ovinos e Caprinos (Gepoc), a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Minas Gerais (Accomig) e a Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco) promovem, entre os dias 11 e 18 de maio, a III Missão Brasil-Portugal. Monitorada por especialistas brasileiros e portugueses, a viagem tem como objetivo vivenciar a organização da cadeia serrana portuguesa de queijos maturados e cárneos, e o processo de certificação de produtos. Mais informações no e-mail [email protected]


Nova diretoria da Arco

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!