Falou

INOVADORA

Falou

O diretor de Marketing da Corteva, Douglas Ribeiro, apresenta a linha XT e fornece dicas para manter a pastagem livre de invasoras

Revista AG – Como foi desenvolvida a tecnologia XT, uma linha de herbicidas recém-lançada pela Corteva Agriscience?

Douglas Ribeiro – A tecnologia XT foi lançada em agosto de 2018, e, para desenvolvê-la, a Corteva Agriscience, Divisão Agrícola da DowDuPont, realizou oito anos de pesquisas e testes bem-sucedidos, sempre efetuados nas condições reais dos biomas brasileiros.

Revista AG – Aliás, os produtos dessa linha são indicados apenas ao controle de plantas daninhas duras e muito duras?

Douglas Ribeiro – Essa é uma família de herbicidas desenvolvida com foco no controle de plantas que, até hoje, não apresentavam controle foliar satisfatório, ou seja, é um produto que se destaca em plantas de difícil controle. Além disso, sua formulação exclusiva, que combina três moléculas que apresentam efeito sinérgico, tem como resultado um controle extraordinário (de até 80%). Não há, no Brasil, nenhum herbicida que permite controlar, em um único produto, plantas daninhas de fácil e de difícil controle, algo inovador para o segmento de pastagem.

Revista AG – O manuseio do herbicida XT garante mais segurança para o colaborador da fazenda durante aplicação na pastagem?

Douglas Ribeiro – Sim, os herbicidas da linha XT proporcionam maior segurança, pois possibilitam ao produtor controlar as plantas daninhas do pasto com apenas um produto, dispensando o uso de misturas, o que diminui o risco com erros de dosagem.

Revista AG – Como convencer o pecuarista a deixar de lad...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!