Brazil de A a Z

Aprendizados na Bolívia

Brazil

Grupo Crea – Um modelo a ser seguido

William Koury Filho é zootecnista, mestre e doutor em Produção Animal, jurado de pista de Angus a Zebu e proprietário da Brasil com Z® – Zootecnia Tropical

Olá, amigos do agro. Depois de um grande veranico no início de ano – que prejudicou o crescimento do capim e comprometeu o desenvolvimento da lavoura de grãos –, São Pedro mandou água com força na primeira quinzena de março, complicando colheitas e causando danos em muitas cidades. Na política, tivemos um golpe duro na Operação Lava Jato conferido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), ao atribuir funções de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro para o Supremo Tribunal Eleitoral (STE).

Falando em política, estou escrevendo esta coluna na Bolívia, país que vive um momento complicado em decorrência de um governo de esquerda que pensa ser o dono do país, mas que também traz exemplos de prosperidade muito interessantes por parte dos agropecuaristas locais. Por convite de meu amigo e sócio Eduardo Jordan, tive a oportunidade de participar de uma reunião do Crea (Consórcio Regional de Experimentação Agropecuária), uma metodologia fantástica criada na França e que vem crescendo muito na América do Sul, inicialmente adotada pela Argentina, depois pelo Uruguai e pela Bolívia, e, atualmente, entrando no Paraguai. O Crea consiste, basicamente, na troca de experiências entre grupos de produtores visando melhorar a eficiência produtiva e administrativa.

A dinâmica é caracterizada pela apresentação de informações fidedignas dos resultados da fazenda anfitriã, pela exposição de uma problemática da propriedade visitada e por propostas de soluções sugeridas pelos grupos de estudo formados pelos próprios participan...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!