Falou

Sociedade Rural Brasileira celebra centenário

Falou

A pecuarista e primeira diretora-executiva da SRB, Teresa Cristina Vendramini, descreve os fatos que marcaram os esforços da entidade em benefício dos produtores

“Para mim, foi um momento inesquecível ser uma das primeiras mulheres a assumir um cargo de comando na SRB”

Revista AG – A Sociedade Rural Brasileira (SRB) completa, em 2019, 100 anos de fundação. Como explicar tamanha longevidade de uma entidade representativa?

Teresa Cristina Vendramini – A SRB realizou um trabalho muito consistente ao longo dos anos. E desde que assumimos a gestão da entidade, em março de 2017, pudemos observar de perto que a Rural tem uma história marcante na defesa dos interesses dos produtores rurais, bem como na dos integrantes que aqui estiveram, sejam eles diretores, presidentes, vice-presidentes e conselheiros. Portanto, é uma grata surpresa da SRB chegar aos 100 anos com juventude, pois essa diretoria está muito entusiasmada com o centenário.

Revista AG – Esse rejuvenescimento da SRB também tem a ver com sua admissão a um cargo executivo?

Teresa C. Vendramini – Há dois anos, recebi um telefonema sobre a posse do novo presidente da Sociedade Rural Brasileira, Marcelo Vieira, dizendo que seria convidada para integrar a diretoria. Como, na Rural, praticamente, houve pouquíssimas mulheres encabeçando a parte administrativa, então, para mim, foi um momento inesquecível ser uma das primeiras mulheres a assumir um cargo de comando na SRB. Dessa forma, chegar à entidade, nesse universo masculino, foi o melhor dos mundos, porque acredito que a SRB está pronta para a modernidade. Aliás, quero agradecer a todos diretores e consel...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!