Mercado

Ano novo, vida não tão nova assim

Novo ano, novo governo e novas esperanças para o setor. Este 2019 começou quente na política e no clima. A temperatura em Brasília está alta, com as novas medidas do governo Jair Bolsonaro, umas esperadas, outras surpresas. Nossa nova ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento terá vários desafios pela frente, alguns já conhecidos, outros novidades. Desejamos a ela e a todo o novo governo sucesso na nova empreitada. O Brasil depende de um governo austero, responsável e criativo.

Mercado

A temperatura ambiente também tem estado um pouco alta. Isso não é novidade, e o produtor está cada vez mais preparado para lidar com alterações no clima. Essas alterações são naturais, como dizem alguns? São influenciadas pelo homem e seu progresso, como defendem outros? Só o tempo dirá. O fato é que temos de tratar desse assunto com a seriedade que ele merece, e produzir com sustentabilidade é a melhor forma de fazê-lo.

O setor agropecuário, a despeito de todas as considerações anteriores, continuará sendo o esteio da economia brasileira ainda por muito tempo.

O quadro Boi Gordo no Mundo apresenta os valores da arroba do boi gordo em dólares norte-americanos referentes aos quatro principais países exportadores de carne bovina no mundo, no período compreendido entre 16/11/2018 e 15/01/2019.

Considerando-se a média de 38 dias úteis nesse período, observa-se que a arroba do boi gordo no Brasil sofreu leve alta de 2,70%, passando de US$ 38,19 para US$ 39,22. Esse aumento foi acompanhado pela Argentina, que apresentou alta de 1,08%, bem diferente da queda observada no período anterior. Essa estabilização do produto argentino se justifica pela relativa tranquilidade da moeda daquele país em relação ao dólar norte-americano, cenário completament...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!