Feno & Silagem

QUANTO CUSTA A SUA SILAGEM?

Feno

Amir Gil Sessim*, Murilo de Lima Coelho**, Tamara Esteves de Oliveira***, Eduardo Lisbinski****, Júlio Barcellos***

Diversos temas sobre a conservação de grãos úmidos ou da planta inteira na forma de silagem para bovinos vêm sendo discutidos pela nossa equipe desde o início do ano. Porém, o custo de produção ainda não foi abordado, e tão importante quanto produzir e ofertar silagem aos animais é ter conhecimento e gestão do seu custo. Portanto, neste texto, falaremos sobre o custo de produção da silagem.

A grande maioria dos produtores tem dúvidas, ou simplesmente desconhece, quanto foi gasto para produzir sua silagem. Isso acontece, principalmente, porque o ciclo de produção da silagem é muito longo, chegando praticamente a 12 meses, dificultando o controle. De fato, essa não é uma tarefa simples, afinal, para que se conheça o custo correto da silagem, é necessário que tudo o que é gasto desde a compra antecipada de insumos (como sementes, fertilizantes, defensivos e inoculantes) até o final da oferta do alimento aos animais seja considerado na ponta do lápis.

Outra questão importante, quando falamos em custos de produção, é saber que, para determinar quanto foi gasto por tonelada ou quilograma produzido de silagem, não devemos simplesmente relacionar a produção total com o custo total, pois, no meio do caminho, existem diversos tipos de perdas que devem ser contabilizadas. Mas, por enquanto, vamos apenas pensar que nem tudo o que é produzido no campo será entregue aos animais. Por fim, a última dificuldade de controle de custos que levantamos é a larga utilização de maquinários necessários para a confecção do alimento. Quando produzido por terceiros, o cálculo é mais simples de ser controlado, porém nem sempre...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!