Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

A EDIÇÃO

BOAS NOVAS

Há um ano, já se sabia que 2009 não seria um ano fácil. Com a crise mundial recém-eclodida e o mercado internacional sentindo na pele suas consequências, restava-nos a dúvida do que respingaria no Brasil. Mais precisamente, o que sobraria para a pecuária.

O preço da arroba sentiu reflexos. Tão cedo não volta àquele patamar dos R$ 100,00 como se viu antes da crise. Os confinadores colocaram o pé no freio e diminuíram o volume dos investimentos. As indústrias de nutrição viram suas vendas para a bovinocultura de corte caírem, ainda mais depois do grande volume de chuvas que manteve o gado mais tempo no pasto. Na indústria, acompanhamos a quebra do Independência, Quatro Marcos, Margen... e a formação da maior empresa de proteína animal do mundo quando o JBS comprou o Bertin e a americana Pilgrim´s. O Marfrig comprou a Seara e surgiu a BRFoods, resultado da união da Sadia e da Perdigão.

Fatos como estes fizeram de 2009 um ano atípico. Contudo, hoje se pode respirar mais aliviado. Apesar do volume das exportações ter recuado por conta da retração do consumo mundial, o mercado interno segurou as pontas. Especialistas e analistas apontam para um 2010 mais estável, embora num cenário diferente de anos anteriores. “Provavelmente a gente vai buscar um novo patamar de preços de bezerros e arroba do boi”, adiantou o engenheiro agrônomo, mestre e doutor em Economia Aplicada pela Esalq-USP e coordenador das áreas de carnes (boi, frango e suínos) e leite no Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - Cepea/ Esalq, Sérgio De Zen.

Será ano eleitoral. Embora não sejam esperadas mudanças bruscas no cenário econômico, a sustentabilidade poderá se transformar num mote de disputas, e a pecuária, novamente, poderá pagar a conta. Há que se preparar para isso e para outros tantos movimentos, mas com muita cautela. O cenário é melhor do que o do início do ano passado. E as expectativas para a pecuária brasileira são muito boas, como já adiantava Fabiano Tito da Rosa no Guia AG do Criador publicado em dezembro do ano passado.

E já que estamos falando de boas novas, confira nesta edição quais foram os ganhadores do Troféu Touro de Ouro 2009 e a cobertura completa da festa. E, também, o que analistas e especialistas em mercado pecuário esperam para o próximo ano.

Boa leitura!