Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

ON LINE

As novidades e lançamentos do setor

Maioridade no agronegócio

Criado em 1988, o Grupo Publique completou 18 anos de atividades voltadas ao marketing para o agronegócio. Com uma sua visão contemporânea e empreendedora, a empresa acompanhou a evolução do marketing na agricultura e na pecuária, dando suporte e desenvolvendo soluções em comunicação rural. Contando com sete unidades, o grupo trabalha de forma integrada e oferece uma estrutura completa de serviços de comunicação: Propaganda e Marketing, Banco de Imagens, Assessoria de Imprensa, Digital, Consultoria, Editora e Eventos e Relações Publicas. “Temos que estar preparados para as mudanças e crescer com elas. Este é o rumo do Grupo Publique: crescer verticalmente, de forma seletiva e com variada gama de serviços”, declara o presidente do Grupo, Carlos Alberto da Silva (foto), o Carlão da Publique.

Cinco anos de muita carne

Mesmo apaixonado por carne bovina, o brasileiro ainda desconhece muitas qualidades da proteína vermelha. Com o objetivo de levar informações com embasamento técnico sobre a carne bovina à população, valorizar o trabalho dos pecuaristas, frigoríficos, empresas de insumos e varejo, além de informar as qualidades nutricionais e a própria necessidade de carne para o organismo cumprir todas as suas funções vitais corretamente, um grupo de empresas ligadas à cadeia produtiva da carne bovina decidiu criar o Serviço de Informação da Carne (Sic), em 2001.

Por meio de inúmeras iniciativas, como a criação de um site (www.sic.org.br), a Cozinha Interativa e um livro com 26 receitas, que fazem parte da campanha "Carne, Você Gosta, Você Pode, Você Precisa", o Sic promove a cadeia da carne e ensina as vantagens de se consumir o produto.

Nova diretoria

O pecuarista Aluízio Lessa Coelho (foto) foi eleito presidente da Associação Sul-Mato-Grossense dos Criadores de Nelore (ASNC), para o triênio de novembro de 2006 a novembro de 2009. A chapa, única, nasceu do consenso entre os associados da nelore e é composta, além de Coelho, por José Tavares do Couto Neto (primeiro vice-presidente), Guilherme de Barros C. Marques Bumlai (segundo vice-presidente), Lineu Pasqualoto (secretário), Carlos Hipólito Pereira (secretário), Reginaldo Donizete Piveta (tesoureiro) e André Avelino Duarte (tesoureiro).

Operações ampliadas

A subsidiária brasileira da Cooperative Resources International (CRI) começou a operar diretamente no Brasil em novembro deste ano. Anteriormente, o sêmen da CRI era distribuído, com exclusividade, pela Genética Avançada, de São Carlos/SP, cujas operações foram assumidas pela CRI Brasil. Em 2005, a matriz da CRI, localizada nos Estados Unidos, exportou mais de dois milhões de doses de sêmen para 59 países e tais recursos estão disponíveis para a operação da subsidiária brasileira. Maior quantidade de touros, maiores volumes disponíveis, sem descuidar de novas opções em touros nacionais, são parte integrante dos novos planos.

Trabalho dividido

Com o objetivo de atender determinações do novo estatuto da entidade, a Sociedade Rural do Paraná (SRP) criou quatro novas diretorias: ovinocultura e caprinocultura, suinocultura, avicultura e horticultura. Marcelo Araújo Martins é o novo diretor de Avicultura e Melhoramento Genético. O presidente da Regional Norte da Associação Paranaense dos Suinocultores, José Luiz Vicente da Silva assumiu o cargo de diretor de Suinocultura e Melhoramento Genético da Rural. O setor de Ovinocultura, Caprinocultura e Melhoramento Genético ficou sob responsabilidade de Ana Marta Pacheco de Almeida Prado. O professor da Universidade Estadual de Londrina (UEL) há 22 anos, Gilberto Martins, é o diretor recém-empossado de Horticultura.

Investimento ousado

A Agro-Pecuária CFM, com plantel superior a 84 mil bovinos das raças nelore e montana e venda de 2 mil touros/ano, está investindo US$ 10,25 milhões em propriedade em Jaborandi/BA e modernização de sua fazenda em Dois Irmãos do Buriti/MS. O objetivo é saltar de 51 mil hectares de pastagens para 68 mil ha até 2010. Com isso, a empresa fortalece sua posição no Centro-Oeste, que concentra o maior rebanho bovino do país, e no Norte/Nordeste, regiões de grande potencial de crescimento da pecuária. Com o investimento, a CFM planeja fortalecer ainda mais sua posição de liderança na comercialização de touros melhoradores.

Experiência em seguros

A Seguradora Brasileira Rural conta com Geraldo Mafra como novo diretor comercial. Com 54 anos, ele acumula oito anos de experiência na área de Agronegócios. Na Brasileira Rural, Mafra terá como desafio dar continuidade ao crescimento sustentado da empresa e atuar em parcerias com o mercado. Formado em Ciências Contábeis e pós-graduado em Administração Financeira, ele já desenvolveu trabalhos para as empresas como Telecomunicações de Brasília S/A-Telebrasília (extinto Grupo Telebrás), COSESP e Ministério da Agricultura, na função de Coordenador-Geral de Seguro Rural.

Carne de qualidade

A Associação Brasileira de Brangus (ABB) fechou uma parceria com a Beef, Veal & Lamb para desenvolver um projeto de qualidade da carne. O objetivo é fazer um acompanhamento dos animais da raça brangus para abate, da fazenda ao frigorífico, padronizando o produto final e imprimindo um selo de qualidade à carne brangus. O programa será dividido em duas fases. Todas as etapas serão acompanhadas por técnicos e auditores, com o objetivo de garantir o selo nos animais certificados.

Sêmen com agilidade

Após muitas pesquisas, a Lagoa lança no mercado brasileiro o botijão Sêmen Express, desenvolvido exclusivamente para transportes rápidos. Desde 2004, a empresa oferece a entrega de sêmen de seus touros em botijões especiais, enviados através do Sedex, sistema de entregas rápidas dos Correios, para todo o país. Sempre em aperfeiçoamento, a entrega fica ainda mais fácil com o Sêmen Express, já que o botijão pode ir diretamente para o cliente, que escolhe se fica com o recipiente ou devolve para a Central - neste caso, ganha um crédito de R$ 100 em sua próxima aquisição de sêmen. As vantagens do novo recipiente são o tamanho bem reduzido e a possibilidade de reutilização. A base é de alumínio, com vácuo interno e revestimento, que garantem a manutenção da temperatura ideal para a conservação dos produtos.

Focados na carne

Técnicas e tecnologias disponíveis para melhoramento genético e produção de carnes especiais foram amplamente debatidas e apresentadas durante o dia-de-campo promovido pela Associação Brasileira de Santa Gertrudis (ABSG), no Sítio Malagueta, em Mairinque/SP. A programação do evento contou com a palestra “Ultra-sonografia como ferramenta para avaliação das carcaças”, ministrada pela zootecnista Liliane Suguisawa, mostra de lote de animais, julgamento, exposição de progênies e entrega de prêmios aos vencedores do ranking da ABSG. Segundo Liliane, representante da empresa Designer Genes Technologies - que mantém uma parceria com a Embrapa no Programa de Melhoramento Genético de Bovinos (Geneplus) -, o equipamento permite obter o grau de marmoreio nos animais a campo e assim direcionar os programas de melhoramento genético para essa característica. O proprietário do Sítio Malagueta, Wladimir Álvares de Mello (à direita), comemorou o sucesso do encontro.