Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Notícias do Brangus

 

Saem os grandes vencedores do Ranking 2010 da raça Brangus

Após um calendário que envolveu seis etapas oficiais, a Associação Brasileira de Brangus concluiu a somatória do ranking nacional 2010. Entre abril e outubro deste ano, os selecionadores levaram seus animais para participarem dos julgamentos das exposições rankeadas deste ano: Expo Londrina/PR, Nacional da raça em Dourados/ MS, Exposição de outono e Exposição de primavera de Uruguaiana/RS, Feicorte (SP) e Expointer (RS).

BR Texas vence a disputa de criadores/expositores

Além da conquista do título de melhor expositor, pelo segundo ano consecutivo, o condomínio BR Texas (Dourados/MS) venceu novamente a disputa de melhor criador no ranking nacional da raça Brangus. O criatório conduzido por Carlos Viviani, Orlando Martins e Fábio Borges, chegou ao topo após somar 1063 pontos. Na disputa dos animais a campo, a BR Texas também obteve os resultados máximos, conquistando os títulos de melhores trios de machos e fêmeas.

JMT Dom Mano é o melhor macho

O ano de 2010 trouxe dois importantes títulos para o touro “JMT 6429 Dom Mano” da JMT Agropecuária, localizada em Santa Maria/ RS: o de grande campeão da raça na 10ª Exposição Nacional em Dourados/MS e o de melhor macho no ranking 2010, com a soma de 165 pontos.

Em 2º lugar com 156 pontos, ficou o macho “Guapiara BR 1359 Florim”, da Agropecuária Guapiara de Castro/PR. O 3º melhor macho do ranking é “Anamélia TE A149” com 140 pontos, da Agrícola Anamélia (Brangus HP) de Martinópolis/SP.

A Melhor fêmea é Anamélia A176 TE

Após ser escolhida como a grande campeã nacional da raça em maio de 2010 em Dourados/MS, a vaca “Anamélia A176 TE” terminou este ano como a melhor fêmea do ranking. A matriz é oriunda da Agrícola Anamélia (Brangus HP) de Martinópolis/SP. “Gap D 184” ficou com o posto de 2ª melhor fêmea. Ela é de propriedade de Eduardo Macedo Linhares (Gap Genética – Uruguaiana/ RS) e Érick Evandro Donatto (Fazenda Santa Helena - Santa Adélia/SP). Em 3º lugar, ficou a jovem matriz “Juquiry Dafne 6001”, com 107 pontos (Cabanha Juquiry - Uruguaiana/ RS).

Confira o resultado completo do ranking 2010 no site www.brangus.org.br

 

JMT 6429 Dom Mano e Anamélia A176 TE, os melhores do ranking 2010


Remates de Primavera demonstram demanda e valorização da genética Brangus

Entre 25 de setembro e 04 de novembro, o Brangus esteve presente em diversos leilões pelo estado do Rio Grande do Sul durante o circuito de remates de primavera. A Associação Brasileira de Brangus acompanhou os 11 principais pregões que ofertaram reprodutores da raça, constatando a média geral de R$ 5.809,00 para os touros e R$ 2.066,15 para os ventres. Outro destaque é a expressiva comercialização de touros da raça para os demais estados do Brasil, como São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás. Para Ernesto Coser Netto, médico veterinário e gerente comercial da Associação Brasileira de Brangus, os touros da raça estão cada vez mais despertando interesse dos produtores brasileiros, e como conseqüência deste interesse está a demanda e a valorização dos animais a nível nacional. “O mercado frigorífico está pagando prêmios para os produtos filhos de touros Brangus, inclusive nestas regiões do Brasil central onde se concentram os maiores rebanhos de vacas do nosso país, onde, também, os touros Brangus desempenham com eficiência sua função de reprodutores cobrindo a vacada zebu graças à sua rusticidade e adaptabilidade” analisa. Confira ao lado as médias dos 11 remates acompanhados pela ABB:

 

No remate Selo Racial, touros do lote 70 foram vendidos por R$ 13,5 mil cada