A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Florestas

Nada segura o crescimento

Florestas

O segmento de florestas plantadas representa 3,9% de todas as exportações brasileiras, com receita de US$ 6,4 bilhões em 2017. E as perspectivas são de crescimento de exportações em 2018, visto a demanda chinesa. A estimativa é que o setor vai investir R$ 14 bilhões entre 2017 e 2020

Eliza Maliszewski

O ano de 2017 foi de crescimento para a indústria de base florestal. Houve um avanço de 12,9% na balança comercial do setor, alcançando o valor de US$ 7,5 bilhões. As exportações puxaram essa alta, com aumento de 14% para celulose, o que representa US$ 6,4 bilhões em receita, variação positiva de 2,2% para papel, resultado financeiro de US$ 1,9 bilhão e crescimento de 15,6% para painéis de madeira, atingindo US$ 289 milhões. Em termos de representatividade, as exportações do setor produtivo de árvores plantadas foram responsáveis por 3,9% de todo o volume de bens e produtos negociados pelo Brasil. Também foi registrado avanço nos acordos com o mercado externo em todos os segmentos da indústria.

A China se manteve como principal compradora da celulose brasileira, aumentando o consumo em 18,7%, seguida da Europa, que aumentou as importações em 7,5%. Já a América Latina permaneceu à frente das demais regiões do mundo quando o assunto é destino de painéis de madeira e papel. Para os painéis, a região representou 52,2% de todo o volume exportado pelo País, avanço de 11%. O mercado interno de painéis de madeira registrou avanço de 4% em suas negociações, totalizando 6,5 milhões de metros cúbicos vendidos. Já o segmento de papel encerrou 2017 com saldo positivo de 0,7%, somando 5,5 milhões de toneladas comercializadas. A produção também teve variação positiva no setor de celulose, que avançou 3,8%. Destaque para ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!