A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Ovinos/Caprinos

Ainda no campo do otimismo

Não existem estatísticas confiáveis para avaliar o tamanho e a potencialidade do mercado de carne ovina no Brasil, até porque muitos abates são clandestinos. Mas é certo que há um enorme potencial para consumo dessa carne – e, por consequência, para a produção

Jorge Correa

Avanço e expansão. As duas palvras definem o otimismo de especialistas com o momento da ovinocultura no Brasil. Para o pesquisador da área de Socioeconomia e Sistemas de Produção da Embrapa Caprinos e Ovinos, o Embrapa Pecuária Sul engenheiro agrônomo Espedito Cezário Martins, no segmento de produção é observado um aumento de 5,93% no rebanho ovino no período entre 2010 e 2015. O especialista cita também que o mercado de carne ovina no Brasil tem crescido, pois o País tem aumentando constantemente suas importações de carne ovina.

Ovinos/Caprinos

As perspectivas para os próximos 12 meses são de crescimento, na medida em que o mercado de carnes no Brasil como um todo tende a se expandir, inclusive no segmento do produto ovino. Martins admite que, nos últimos anos, a oferta de carne ovina no Brasil não tem acompanhado o mesmo ritmo de crescimento da procura. “Mas observamos uma demanda reprimida, que é suprida com a importação, principalmente do Uruguai”, ressalva.

Doutor em Economia Aplicadas da USP, Martins defende o desenvolvimento de ações que impactem todos os elos da cadeia produtiva, fazendo com que os produtores de carne ovina do Brasil conscientizem-se de que o mercado é promissor e aumentem a oferta do produto no mercado. Na sua avalição, existe mercado interno garantido e um promissor mercado externo ainda não explorado pelos produtores brasileiros. O mesmo otimismo não é adotado em relação ao mercado de lã, pois ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!