A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaque 2017 Pesquisa Agropecuária IRGA

Destaque

Arroz gaúcho tem um sinônimo

O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), com 77 anos de existência, tem como foco a maior renda do produtor, a melhor eficiência das indústrias e o aumento das exportações e do consumo

Nome da empresa: Instituto Rio Grandense do Arroz

Sede: Porto Alegre/RS

Número de pesquisadores: 25

Unidades de pesquisa: Estação Experimental de Arroz de Cachoeirinha/RS

Orçamento 2016: R$ 54,5 milhões

Orçamento 2017 (previsão): R$ 92,5 milhões

Cultivares lançadas em 2016: soja BSIrga 1642 IPro

A Granja do Ano — Qual importância histórica do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) para o desenvolvimento da orizicultura gaúcha?

Guinter Frantz — O Irga surgiu em 1940 com o objetivo principal de incentivar, coordenar e superintender a defesa da produção, da indústria e do comércio de arroz produzido no estado. Nesses 77 anos, o instituto sempre buscou promover o desenvolvimento sustentável do setor orizícola do Rio Grande do Sul por meio da geração e da difusão de conhecimentos, de informações e de tecnologias, bem como propor políticas de interesse setorial e do consumidor. Cabe lembrar que o Irga é o único organismo público na área da agricultura que desenvolve pesquisas e ainda presta serviço de extensão rural. Mas o trabalho do Irga vai além. Entre os principais serviços prestados estão os seguintes: análise de solo, água e sementes; produção e distribuição de sementes básicas; divulgação diária da previsão do tempo para todo o Rio Grande do Sul; planejamento de lavouras; projeto de sistematização do solo; promoção de palestras, cursos e seminários; incentiv...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!