A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Seguros

A GARANTIA de um final feliz

O Grupo Banco do Brasil e Mapfre oferece proteção às principais culturas agrícolas e a todo o patrimônio do produtor, inclusive faturamento


Grupo Segurador Banco do Brasil Mapfre

• Sede: Brasília/DF
• Prêmio seguro agrícola: R$ 278.095.436 (sem cobertura do FESR, 2015)
• Prêmio seguro pecuário: R$ 3.822.021 (sem cobertura do FESR, 2015)
• Prêmio seguro de benfeitorias e produtos agropecuários: R$ 113.874.255 (2015)


Como são os produtos oferecidos R$ 113.874.255 (2015) pela empresa para as lavouras e para a proteção do patrimônio do produtor?

Atualmente o Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre oferece produtos destinados às principais culturas agrícolas, nas modalidades a seguir: Seguro de Custeio - o Limite Máximo de Indenização (LMI) é calculado com base no custo de produção da área.

A indenização é devida quando a produtividade obtida com a cultura é inferior à produtividade garantida na apólice, comprometendo a capacidade financeira de custear a produção; Seguro de Produção - o LMI é calculado com base na produtividade esperada para a área a ser segurada multiplicada por um valor estabelecido no momento da contratação para cada unidade a ser produzida, que será o mesmo valor usado no caso de eventual indenização; Seguro de Faturamento ou Receita - o LMI é calculado com base no faturamento a ser obtido com a produção, considerando a produtividade esperada e o preço futuro da produção.

A indenização ocorre quando a produtividade obtida e/ou o preço de mercado da cultura na época da colheita reduzem o faturamento a nível inferior ao faturamento garantido na apólice. Dentro dos seguros destinados ao patrimônio rural há de se fazer a distinção entre as seguintes modalidades: Seguro de Benfeitorias e Produtos Agropecuários - patrimônio rural como máquinas e implementos, construções rurais e produtos armazenados que não estejam em garantia de operação de crédito rural; Seguro de Penhor Rural - patrimônio rural como máquinas e implementos, construções rurais e produtos armazenados que estejam em garantia de operação de crédito rural.

Nas duas modalidades, os riscos cobertos são diversos, como roubo, vendaval, raio, explosão, quebra, colisão, incêndio, danos elétricos e outros que possam paralisar a produção e gerar perdas que vão muito além dos danos diretos ao patrimônio.

Qual o planejamento, as principais metas do Grupo Banco do Brasil e Mapfre para a safra agrícola 2016/17?

Atualmente, o principal desafio é promover o amadurecimento do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural com o mercado e o Ministério da Agricultura. O objetivo é estabelecer as regras do programa tempestivamente para que o mercado tenha tempo hábil para se estruturar e desenvolver estratégias de comercialização do seguro.

Wady Cury é diretor de Seguros Rurais do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre

Outro desafio consiste na popularização do seguro por meio da divulgação das coberturas ofertadas e dos benefícios para gestão de risco da propriedade rural. A subvenção ao prêmio do seguro rural tem colaborado muito nesse sentido ao facilitar o acesso do produtor ao seguro, que gradualmente vem reconhecendo cada vez mais a importância de ter garantias em caso de evento adverso.

E quais as mais relevantes conquistas que o senhor gostaria de destacar da empresa no último ano, sobretudo para o segmento agrícola?

Impulsionada pelas perdas de produção decorrentes dos eventos climáticos dos últimos anos, a percepção da importância dos seguros para a gestão de riscos por parte dos produtores rurais têm aumentado notadamente. A evidência deste fenômeno foi o crescimento de 162% do mercado de seguros rurais entre os anos de 2011e 2015, como demonstram dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Durante esse período, ampliamos nosso portfólio e incluímos até mesmo um seguro de faturamento da produção baseado não apenas na perda por eventos climáticos, mas também na variação de preço de commodities no mercado futuro. Outras coberturas foram incorporadas aos produtos e os níveis de proteção aumentaram. A seguradora também tem trabalhado continuamente para melhorar as bases estatísticas utilizadas para precificação e para determinação das produtividades que serão garantidas pelas apólices, de modo que os produtos tenham coberturas aderentes ao risco a um custo competitivo.