A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Irrigação

Tecnologia para ampliar o RENDIMENTO

Valmont investe no potencial da agricultura brasileira para incrementar a área irrigada no País


Valmont Indústria e Comércio Ltda.

• Sede: Uberaba/MG
• Número de funcionários: 300
• Número de revendas: 55


A Granja do Ano — Quais as mais recentes tecnologias e serviços desenvolvidos pela empresa em sistemas de irrigação?

João Rebequi - Temos uma área de inovação muito ativa e todo ano trazemos novidades ao produtores. Entre as mais recentes estão o Pivô 5 Polegadas, que permite um ótimo retorno sobre o capital investido para projetos de até 40 hectares. Mais recentemente, nossa linha de automação/precisão foi ampliada com a joint venture global com a AgSense, que trouxe uma nova linha de produtos ao portfólio Valley, como o Field Commander e o Aqua Trac.

Também estaremos lançando uma nova plataforma de gestão de irrigação da Irriger integrada com a AgSense, chamada Irriger Connect, que permitirá ao produtor utilizar uma mesma plataforma para gestão de irrigação e automação com a mais avançada tecnologia do setor para o manejo hídrico.

Quais as perspectivas para o desempenho da agricultura brasileira e para os negócios da Valmont na safra 2016/2017?

A perspectiva é boa, pois uma coisa está atrelada a outra e, até o presente momento, a perspectiva de preços para a safra vindoura é positiva, de modo que teremos produtores capitalizados e com crédito para investir em bens de capital. Nós acreditamos que o produtor está chegando a uma encruzilhada quanto aos investimentos futuros, pois a recente renovação do parque de máquinas fará com que o produtor traga à pauta outras alternativas de investimento e, nesse cenário, a irrigação é o melhor investimento em bens de capital em termos de retorno sobre o capital investido.

Como vem sendo a adoção de pivôs em pequenas e médias áreas no Brasil? Como a Valmont trabalha com esse perfil de produtor?

Esse mercado está crescendo, e a Valmont/Valley está preparada. Hoje temos uma linha de produtos dedicada a esse segmento, que permite um bom retorno sobre o capital investido. Um exemplo disso é o Pivô 5 Polegadas, que foi desenhado para propriedades de até 40 hectares e que contempla tanto as necessidades técnicas quanto operacionais. Entre os diferenciais estão a facilidade de controle e monitoramento, que simplifica a operação.

Outra novidade da empresa é o Consórcio Valley, que existe para facilitar a aquisição de pivôs pelos produtores rurais. Os planos oferecidos pela companhia podem ser quitados em até 60 meses sem juros, por meio de parcelas mensais, trimestrais ou semestrais. O crédito disponível é de R$ 250 mil a R$ 1 milhão.

Qual é o perfil da agricultura irrigada no Brasil e qual é o potencial para a ampliação da área com sistemas de irrigação no País?

Qualquer produtor que busca rentabilidade, gestão de ativos e segurança tem o perfil de ser um irrigante, independentemente do tamanho e da região. A ampliação da área de irrigação no Brasil é um fato, está acontecendo e continuará nos próximos anos. Hoje temos aproximadamente 6 milhões de hectares irrigados em todos os sistemas, porém, o último estudo da Embrapa mostra que, somente usando águas superficiais, poderemos chegar a 60 milhões de hectares, ou seja, dez vezes o tamanho da área atual no longuíssimo prazo.

O Brasil é a maior potência agrícola do mundo e, com toda água que temos, somos apenas o oitavo irrigante. Isso mostra que existe um grande potencial já identificado no campo. Percebemos que a irrigação é o tema que o produtor mais busca entender e, para ajudar nesse processo, criamos um programa chamado Meu Primeiro Pivot, com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre a utilização precisa dos equipamentos. Estamos levando o evento para todo o Brasil, para que os produtores possam tirar todas as suas dúvidas. Acreditamos que essa troca de conhecimento é fundamental para expandir a prática no País de maneira responsável.

João Rebequi é presidente da Valmont