A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Plantadeiras

Plantio com SUSTENTABILIDADE

Inovações desenvolvidas pela Semeato visam reduzir os custos do produtor e promover maior qualidade ao plantio


Semeato S/A Indústria e Comércio

• Sede: Passo Fundo/RS
• Unidades: 8
• Número de funcionários: 1.156


A Granja do Ano — De que maneiras a Semeato trabalha para entender e atender as demandas dos produtores rurais?

Roberto Rossato - A Semeato, desde o início, sempre se colocou muito próxima do agricultor brasileiro. Todos os desenvolvimentos são de tecnologia focada na realidade do clima, topografia e no sistema agrícola brasileiro. A Semeato sempre está inovando com tecnologia eletrônica e mecânica, com a finalidade de melhorar a qualidade da planta, ter maior eficiência na colheita, reduzindo custos e aumentando a margem do agricultor. Trabalhamos com as equipes de venda, engenharia e técnica, seja na coleta de dados, como a solução de problemas que se apresentam em cada plantio ou colheita.

Quais os principais projetos e lançamentos da empresa em 2016?

Os lançamentos de 2016 são de extrema relevância ao mercado agrícola nacional e da América Latina. As novidades são de eficiência e rendimento, reduzindo a janela de plantio. A qualidade do plantio sempre foi uma grande preocupação e fonte de estudo que nos impulsionou para desenvolver a nova linha de plantadeiras Newland, que traz uma tecnologia moderna, sendo uma máquina 100% pneumática no adubo e na semente.

Esse modelo traz a verdadeira agricultura de precisão, com taxa variável, sem transmissão mecânica, utilizando nas linhas de plantio diferentes variáveis de regulagens dependendo da situação de umidade e solo que se apresenta durante o plantio. As caixas centrais de adubo (3 mil quilos por chassi) e na semente (1,5 mil quilos por chassi) dão eficiência no abastecimento, reduzindo a quantidade de distribuidores para somente um na semente e um no adubo. O uso dos distribuidores pneumáticos de adubo e semente com caixas centrais dão uma eficiência expressiva na logística somada à plantabilidade de resultados.

De que forma os equipamentos desenvolvidos pela Semeato contribuem para a sustentabilidade e produtividade dos cultivos agrícolas?

A história da Semeato comprova o comprometimento juntamente com o desenvolvimento agrícola do Brasil. O reconhecido foco no plantio direto e a conservação dos recursos naturais sempre foram nossos aliados na redução de custos da produção de grãos, gerando pontos comuns na agricultura do Brasil (hoje com sistema próprio reconhecido mundialmente), mas hoje o desafio é aumentar a produção por hectare. Devemos adicionar os quesitos de aumento de eficiência diária de plantio, gerando informações e monitoramentos de dados para análise de agrônomos e administradores.

Quais os principais desafios e projetos da Semeato para os próximos anos?

A forma que uma empresa nacional de capital fechado se preocupa com os recursos naturais na produção de alimento de seu País, utilizando e desenvolvendo tecnologias próprias e enfrentando todos os fatores socioeconômicos que se apresentam como o ciclo econômico nacional, certamente são os desafios de todas as empresas que têm consciência de um mercado extremamente competitivo. As necessidades agrícolas são diárias e as inovações seguem em nossas metas como nossa característica principal.

Roberto Rossato é presidente da Semeato