A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaques - Tratores

 

TECNOLOGIA para produzir mais

Além de máquinas modernas, Massey Ferguson oferece ao produtor soluções integradas para ajudar o trabalho no campo


AGCO do Brasil Comércio e Indústria Ltda.

• Marca: Massey Ferguson
• Fábricas no Brasil: Mogi das Cruzes/SP, Canoas/RS, Santa
• Rosa/RS, Ibirubá/SP e Ribeirão Preto/SP
• Número de funcionários: cerca de 2 mil
• Participação no mercado: líder na venda de tratores há mais de 50 anos no Brasil


A Granja do Ano — De que forma a tecnologia desenvolvida pela Massey Ferguson vem colaborando para o incremento da produtividade nas lavouras brasileiras?

Rodrigo Junqueira – A Massey Ferguson é uma marca que busca constantemente a inovação e que tem como um dos grandes objetivos facilitar a gestão de negócios das propriedades rurais. Por isso, cada vez mais, oferecemos aos clientes soluções integradas e completas, que permitem produzir mais, gastando menos. Recentemente, por exemplo, foi lançado o Fuse Connected Services, que é o primeiro programa de monitoramento e suporte do mercado agrícola que oferece ao produtor rural a possibilidade de controlar, em tempo real, o desempenho e as condições das máquinas no campo. É uma nova perspectiva na relação das concessionárias com seus clientes. Isso porque, ao aderir ao programa, o agricultor não opera a máquina sozinho, pois tem uma equipe apoiando-o remotamente.

Essa ferramenta permite que os especialistas das concessionárias façam o monitoramento e até mesmo o gerenciamento da manutenção do equipamento a distância, por meio do sistema de telemetria AgCommand. O Fuse Connected Services está disponível para todos os produtores em três níveis. No primeiro nível, o agricultor pode optar somente pela compra da ferramenta, e ele próprio interpreta as informações geradas.

Rodrigo Junqueira é diretor de Vendas da Massey

No segundo nível, ele pode adquirir o sistema e contar com a rede de concessionárias para o monitoramento e consultoria, além das recomendações de ajustes e manutenção preventiva. Ou ainda, no terceiro, em que é possível optar pelo gerenciamento total da manutenção da frota pela concessionária. Assim, o produtor recebe, além de informações, ações para assegurar o perfeito funcionamento de suas máquinas. Entre as principais sugestões estão a correta velocidade de trabalho, regulagens e configurações, saúde operacional e necessidade de parada imediata para evitar avarias.

Quais as mais recentes novidades em tratores apresentadas pela Massey no mercado brasileiro?

A principal novidade no segmento de tratores é a Série MF 4200 Compacto, na versão cabinada, que será comercializada a partir da Expointer 2016. Em abril deste ano, na Agrishow, nós apresentamos o conceito e já teve produtor rural interessado no produto. Esse modelo de trator é o mais vendido do Brasil, e agora a marca atende um apelo dos clientes que pediam pela versão com cabine. A nova série é composta de três modelos: MF 4265 (65 cv), MF 4275 (75 cv) e MF 4283 (85 cv). Sendo que essas versões são indicadas para culturas adensadas como cafeicultura, citricultura, horticultura, entre outras que exigem máquinas mais estreitas.

Para atender aos profissionais desse segmento, a marca desenvolveu esses novos modelos com cabine que garantem o conforto necessário para que os operadores possam ter melhores condições de trabalho. Ano passado, a Massey lançou na Expointer uma versão mais econômica do trator MF 4275, com motor Perkins de quatro cilindros e potência de 75 cv. Agora, na edição deste ano, a marca vai estender essa versão para os modelos 4283 (85 cv), 4290 (95 cv) e 4283s.

O mercado de máquinas agrícolas sofreu com a retração da economia nacional nos últimos meses. Quais são as expectativas até o final do ano e para 2017?

Em comparação ao ano passado, ainda vivemos uma retração. Mas, em comparação ao “boom” de 2013, que foi o ponto fora da curva, vivemos uma acomodação do mercado. Desde abril percebemos um aumento no número de vendas. A Agrishow é uma comprovação do que estamos falando, pois reagiu muito bem em relação às vendas. No final de agosto estaremos na Expointer, outro grande evento que deve nos gerar bons resultados. Vale ressaltar que muitos produtores aproveitam a feira para conhecer o que há de mais tecnológico no setor e acabam fechando negócios nas semanas posteriores.