A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Produtor de Soja

Soja com jeito EMPRESARIAL

SLC Agrícola cultiva soja com alto grau de profissionalismo em 185 mil hectares em seis Estados

A Granja do Ano — Qual é o planejamento e quais as metas da SLC Agrícola para a soja na safra 2014/2015 quanto à área, à produção e à produtividade?

Aurélio Pavinato — A soja tem representado em torno de 50% a 55% da área cultivada pela empresa. Na safra 2013/14, foram 185 mil hectares. Nossa estratégia é continuar aumentando a área plantada para atender a crescente demanda mundial pela oleaginosa. Nos últimos dez anos, a demanda mundial cresceu mais de 3% ao ano, enquanto a produtividade cresceu em torno de 0,8% ao ano, demandando expansão na área plantada. Cultivamos soja em seis Estados brasileiros, todos inseridos na região do Cerrado. Nossa meta é continuar expandindo a área plantada nesta região, mantendo nossa estratégia de diversificação geográfica para mitigar os riscos climáticos.

Aurélio Pavinato é diretor presidente da SLC Agrícola

Qual é a projeção para a área de soja na nova safra?

No início de outubro, vamos divulgar ao mercado quanto será a área plantada na safra 2014/15.

E quais são as expectativas da empresa para a rentabilidade da oleaginosa nesta nova safra?

Os Estados Unidos deverão produzir mais de 100 milhões de toneladas de soja na safra 2014/15, que será colhido a partir de setembro de 2014, com isso, o cenário de preços da soja passa por um movimento de queda. Nossa estratégia tem sido vender parte da produção antecipadamente para garantir a rentabilidade na safra.

A empresa tem fazendas em diferentes regiões do País. Onde a soja mostra-se mais produtiva e quais as explicações?

A soja tem produzido bem em todas as regiões do País. Na região do Cerrado brasileiro, há grande estabilidade climática e produtiva, quando comparado com a Região Sul do Brasil e com outros países como Argentina e Estados Unidos. As maiores variações de produtividade na região do Cerrado ocorrem em função da distribuição de chuvas e do histórico de correção da fertilidade do solo, ou seja, áreas novas produzem menos que áreas antigas de cultivo, pois o potencial genético das variedades e o potencial proporcionado pelas condições ambientais são muito similares em todas as regiões do país.

O que se pode esperar da soja para o agronegócio brasileiro?

Segundo os dados divulgados pela ONU, até 2020 o Brasil passará ser o principal país exportador de comida, fortalecendo seu papel no suprimento alimentar mundial. A soja é uma cultura com alto valor proteico e energético, de baixo custo e alta escala de produção, viabilizando o consumo por populações de países de baixa renda, incrementando as exportações brasileiras e gerando divisas para o País.