A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Picapes

Marca que tem o DNA da picape

As diferentes versões das picapes da Toyota oferecem aquela robustez que tanto se deseja, mas com muito conforto e tecnologia

A Granja do Ano — No competitivo mercado das picapes, quais são os principais diferenciais da nova Hilux? O que o cliente encontra nesta picape?

Frank Peter Gundlach — A Hilux, em todas suas versões, oferece ao consumidor a robustez que se espera de veículos dessa categoria, sem abrir mão do conforto e da tecnologia. O cliente compra um veículo completo, que pode ser usado de forma mista, ou seja, tanto rural quanto para passeio. Além disso, a linha Hilux possui itens de segurança como, por exemplo, ABS e airbag de série, ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos, desde as versões mais básicas, e ainda oferece diferentes opções de motorização – 3.0L movido a diesel, que atende às mais exigentes normas de controle de emissões (Proconve L6) e motor flex de 2.7L de 16V. Essa diversificação mostra a preocupação que a Toyota tem com seus clientes em oferecer uma gama de produtos completa para atender às necessidades específicas de cada um.

A Toyota é presença certa nas principais feiras agrícolas do País. O que representa o agronegócio para a Toyota, sobretudo em relação às vendas da Hilux?

As feiras agrícolas são ferramentas muito importantes para aproximar ainda mais Hilux e SW4 do cliente que usa os veículos como instrumento de trabalho. Durante as feiras, temos a oportunidade de mostrar novidades e diferenciais dos nossos produtos, ouvir sugestões e elogios de proprietários, além de fortalecer a marca Toyota em mercados estratégicos para nós, como é o do agronegócio. O mercado de agronegócio é muito importante para a Toyota. Por isso, continuaremos a investir em produtos cada vez melhores para atender com precisão e qualidade ao consumidor. Sabemos da importância de um veículo para o cliente que o usa como instrumento de trabalho e temos consciência de que precisamos entregar a ele produtos de qualidade, pois isso impacta diretamente no dia a dia do consumidor rural.

Por que a Hilux tem tamanha aceitação do "público rural"?

A Hilux é um veículo robusto capaz de enfrentar os terrenos mais acidentados sem deixar de oferecer conforto, segurança e tecnologia. Além disso, a qualidade e a durabilidade do produto, aliadas ao DNA Toyota, se destacam e fazem com que o produtor rural se sinta 100% seguro de que possui um veículo que não vai abandoná-lo em momento algum. Esses fatores somados atendem perfeitamente às necessidades do "público rural", que precisa de um veículo com essas características.

A Toyota teve o melhor primeiro semestre de sua história no mercado brasileiro. O que justifica esta performance em vendas?

Esse desempenho é justificado pela qualidade e pela confiabilidade que os consumidores depositam na Toyota. A marca é reconhecida por seu DNA de qualidade, durabilidade e confiabilidade. Em termos de vendas, podemos destacar o Etios como principal fator para que o resultado fosse atingido. O modelo compacto foi responsável por 29.739 unidades vendidas. Hilux e SW4 contribuíram com 19.790 e 5.927, respectivamente. O Etios, aliás, é reconhecido como o carro compacto mais seguro do Brasil, conseguindo quatro estrelas no teste de colisão frontal realizado pelo instituto independente Latin N-CAP, braço sulamericano do Euro N-CAP. Além disso, o modelo é também um dos carros mais econômicos do Brasil, conseguindo nota A no Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Importante ressaltar que o Etios tem ótimo consumo de combustível mesmo oferecendo motores mais potentes, 1.3L e 1.5L.

E a Toyota foi eleita a marca de automóveis mais valiosa do mundo. E também ganhou o Prêmio Interbrand de empresa mais verde do mundo. Por quê?

Esses prêmios refletem os esforços e respeito da Toyota pelo meio ambiente, consumidores e colaboradores. Além disso, temos o compromisso de produzir os melhores carros, tanto em termos de segurança quanto em economia de combustível e eficiência energética. Para se ter uma ideia, a Toyota foi a primeira montadora do mundo a comercializar um veículo híbrido, o Prius, em 1997. O modelo, inclusive, já é vendido no Brasil, o que mostra o compromisso também com o mercado local. Atualmente, a Toyota comercializa 19 modelos híbridos em 80 países, o que gera economia de combustível e redução de emissão de poluentes na atmosfera, em especial o nocivo CO2.

Frank Peter Gundlach é diretor-comercial da Toyota do Brasil