A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Implementos Agrícolas

Tecnologia ao alcance de todos

Investimentos da Stara levam modernidade e precisão para a lavoura do produtor brasileiro

A Granja do Ano - Quais são as mais recentes novidades em equipamentos apresentadas aos produtores rurais pela Stara?

Gilson Trennepohl -Dentre os lançamentos mais esperados estão os tratores. Agora, a parceria entre a Stara e uma empresa italiana revoluciona o mercado brasileiro de máquinas agrícolas. Na Expointer 2013, o lançamento oficial acontecerá no estande da Stara. Este novo salto tecnológico com os tratores ajuda a tornar a agricultura de precisão cada vez mais próxima dos produtores rurais. Incorporado a essa linha, está o Imperador 2650, que surgiu para atender os mais variados tipos de produtores rurais. É um pulverizador autopropelido com barras centrais que podem ser de 27 ou 30 metros e de grande estabilidade nos mais diversos tipos de terrenos, se destacando por ser um modelo compacto, de menor peso e grande autonomia de trabalho. A semeadora Prima Super é uma máquina exclusiva para as culturas de inverno. É de fácil transporte, pois possui, além do cabeçalho de trabalho, outro cabeçalho específico, utilizado somente para o seu transporte, permitindo o fácil deslocamento de uma área para outra. Seu principal diferencial está no inovador rodado autocompensador que garante a uniformidade do plantio, sendo capaz de copiar o desnível do solo sem comprometer a copiagem da linha de plantio, gerando menor esforço do chassi. Seu sistema de rodado autocompensador é exclusivo da Stara, patenteado, e uma inovação que vem beneficiar o agricultor brasileiro com um plantio preciso e de melhor qualidade, proporcionando incremento na produtividade. A plantadora pneumática Victória de 5 a 13 linhas foi produzida pensando no pequeno e no médio agricultor, com alta tecnologia em agricultura de precisão, dotado com inovador sistema DPS (Distribuição Precisa de Sementes). O sistema chama a atenção dos clientes por se tratar de uma tecnologia única no Brasil, que está revolucionando o mercado de plantio. As plantadoras com esse sistema atendem às necessidades dos pequenos, médios e grandes produtores, colocando tecnologia e precisão ao alcance de todos. É dotado de um sensor inovador que identifica o fluxo de sementes através de ondas capacitivas, garantindo uma leitura precisa, pois o mesmo identifica a massa da semente a ser plantada.

Gilson Trennepohl é diretor-presidente da Stara

A Stara fez importantes investimentos em 2012, o que inclui o aumento do seu espaço fabril e projetos envolvendo colaboradores e clientes. Quais são os resultados já obtidos com esses investimentos?

Os resultados obtidos estão sendo bastante positivos. Nada existe sem pessoas. A marca está sendo divulgada e, cada vez mais, solidificada no mercado. Vemos a satisfação e o orgulho que os colaboradores sentem em fazer parte de uma indústria brasileira que não para de crescer e investir, tanto em produtos e infraestrutura como no seu maior capital, que é o capital humano. A Stara sabe que uma empresa que valoriza seu time evolui, pois sem pessoas nada acontece.

Como está a evolução das ferramentas da agricultura de precisão no Brasil e como estão os investimentos da Stara nesse segmento?

Sem dúvida alguma, os últimos anos foram movidos por novidades no agronegócio, entre as quais, destacamos a genética e a agricultura de precisão. Essas duas ferramentas estão colocando o Brasil em um outro patamar de produção, possibilitando aos produtores fazer mais, com menos. Na Stara, a tecnologia da agricultura de precisão está dominada, com preço acessível, e o produtor ainda tem a opção de escolher o índice de agricultura de precisão que deseja praticar em sua lavoura. Ele pode começar aos poucos por meio de uma simples barra de luz e ir incrementando o uso dessa tecnologia até chegar a aplicações a taxas variáveis, tudo conectado em seus smartphones e tablets.

Considerando os cenários interno e externo, quais são as suas expectativas para a safra 2013/2014?

O cenário de 2013 e 2014 deverá ser muito próximo ao de 2011 e 2012. O valor das commodities será determinante para os acontecimentos desse período. Outros fatores determinantes serão o clima e a política econômica brasileira. Se as linhas de créditos continuarem como estão, poderemos manter um cenário positivo.