A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Tratores

 

Tradição e evolução constante

Equipamentos fabricados pela Massey Ferguson acompanham as demandas do produtor e levam alto rendimento para o campo

A Granja do Ano – A Massey Ferguson acompanhou o crescimento da agricultura nacional nas últimas cinco décadas. Nesse período, como foi a evolução das demandas dos produtores quando falamos em tratores?

Fábio Piltcher – Antes, os produtores procuravam principalmente por máquinas robustas, que aguentassem o trabalho intensivo nas lavouras. Há 20 anos, não havia, por exemplo, preocupação com o conforto da cabine do operador ou com a emissão de poluentes. Hoje, embora ainda se procure por máquinas robustas, característica marcante dos produtos Massey Ferguson, oferecemos muito mais. Do grande ao pequeno produtor há a consciência de que a chave para o sucesso do agronegócio é aumentar a produtividade da lavoura e a tecnologia é fundamental para isto. A Massey Ferguson avança entregando a tecnologia que os produtores necessitam e também antecipando muitas tendências através de soluções exclusivas. A marca tem renovado constantemente seu portfólio para atender essas necessidades e, entre as novidades, está o aprimoramento da linha de 65cv a 130cv com a nova Série MF 4200, que tem o objetivo de proporcionar desempenho superior e economia com a redução no consumo de combustível. A Massey Ferguson também introduziu o primeiro trator com transmissão automática fabricado no Brasil com a Série MF 7000 Dyna-6. Nosso objetivo é oferecer, além da tecnologia, conforto e segurança ao operador. Ao longo do tempo, também se tornou fundamental a agricultura de precisão para monitorar a produtividade e tomar decisões de investimento direcionadas em alguns aspectos da lavoura, evitando desperdício de recursos.

Quais são os próximos lançamentos da Massey Ferguson para o produtor brasileiro?

A Massey Ferguson preparou a apresentação de algumas novidades para a Expointer 2012. Entre os destaques estão os novos tratores MF 8600, que são os primeiros no Brasil equipados com a transmissão CVT, o mesmo conceito que leva conforto e economia de combustível aos carros mais modernos vendidos no mercado. Os tratores contam com piloto automático de série e função DTM, que auxilia a melhorar a performance do trabalho, gerando economia de combustível. O equipamento estará disponível em duas potências: 320cv e 370cv. A Massey Ferguson ainda vai apresentar sua nova colheitadeira, a MF 32 SR, que pode ser considerada a mais versátil do mercado, já que está habilitada para a cultura de arroz e todos os grãos. Equipada com um sistema híbrido de processamento, a colheitadeira conta com dois rotores responsáveis pela separação dos grãos, que substituem o convencional saca-palha, aumentando a capacidade de colheita. Destaque também para a nova linha de semeadoras e adubadoras MF 300 com estrutura robusta, oferecendo grande resistência para os trabalhos realizados em terrenos da cultura de arroz irrigado. Em 2011 a marca apresentou ao mercado um modelo de enfardadora para fardos gigantes de até 400 kg. Na Expointer 2012 a empresa lança dois novos modelos: a enfardadora de fardos retangulares MF 1837, nas dimensões 3x4, direcionada às áreas de pastagens e forragens; e a enfardadora de fardos cilíndricos MF 1745. Versáteis, os equipamentos podem ser utilizados para silagem, biomassa e outros tipos de capins.

De que maneira as tecnologias dos tratores Massey Ferguson colaboram para elevar os índices de produtividade nas lavouras brasileiras?

Para o agronegócio, a Massey Ferguson seguirá sendo um dos motores do crescimento da produtividade nacional. Soluções inovadoras como o conceito de tráfego controlado e o sistema de telemetria para monitoramento à distância das máquinas refletem a evolução da marca e das lavouras brasileiras. Inovações também nos sistemas de transmissão, por exemplo, a tecnologia CVT (reconhecida como a mais avançada tecnologia de transmissão do mundo), reforçam nosso intuito de manter a oferta dos tratores dos mais simples até a mais alta tecnologia disponível no mundo. Acreditamos que o crescimento da agricultura nacional se dará principalmente nos índices de produtividade e não somente na expansão de área cultivada. Por isso, nosso foco está no desenvolvimento de máquinas e soluções que propiciem menores índices de perda e maior precisão em todos os trabalhos, do preparo do solo à colheita.

Fábio Piltcher é diretor de marketing da AGCO para a América do Sul