A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Destaque 2011 Ovinos

Investimentos na produção de cordeiro

Projetos da VPJ Pecuária incluem a formação de parcerias com criadores de vários estados do país

Nome da empresa: VPJ Pecuária
Sede: Fazenda Cardinal em Mococa/SP
Fazendas: nos estados de São Paulo e Goiás
Atuação na pecuária: em todas as fases da cadeia produtiva, nas raças Angus e Dorper

A Granja do Ano — Como está a evolução do Programa Cordeiro Prime?

Valdomiro Poliselli Júnior — O Programa Cordeiro Prime tem conseguido fidelizar parceiros e produtores em vários estados, que passaram a utilizar a genética de reprodutores Dorper e fornecer seus cordeiros cruzados ao programa certificado da VPJ Alimentos. Estados como o Rio Grande do Sul, onde está a maior concentração de produtores integrados, têm mostrado muito interesse pelos produtores, que, acostumados à produção de lã, estão tendo no programa da VPJ um maior ganho financeiro na produção de cordeiro de carne. Em outros estados, onde a base das matrizes é Santa Inês, o crescimento é mais lento em função da adaptação destas matrizes e do pouco conhecimento de manejo tecnológico que a ovinocultura exige dos produtores. Os resultados do programa têm sido de grande sucesso, tanto no sistema de produção, trazendo melhores resultados ao produtor e à indústria, quanto para o mercado, por oferecer o melhor produto ao consumidor. Quanto mais o produtor integrado percebe que o manejo faz a diferença no resultado, mais se aplica;quanto mais atenção e dedicação aos procedimentos dispostos pelo programa, mais resultado terá na produção. Os prêmios pagos por cordeiros especiais elevam o grau de faturamento e rendimento da operação. É um processo em que o produtor precisa se profissionalizar. Não basta produzir quantidade e sim também qualidade. O Programa Cordeiro Prime funciona basicamente apoiado na parceria mútua entre frigorífico e produtor.

Quais são os principais planos e objetivos da VPJ para 2012 no segmento de ovinos?

A VPJ Alimentos tem como meta principal o desenvolvimento da matéria-prima ideal para atender a grande demanda do mercado nacional e internacional de produtos prime. O cordeiro cruza Dorper é insubstituível. Muitas raças são criadas no país, mas nenhuma se equipara ao Dorper no quesito carne. A VPJ Pecuária, empresa do mesmo grupo, foi pioneira na importação e desenvolvimento da raça no país e conta hoje com o melhor rebanho nacional de genética sulafricana e australiana, já em solos brasileiros. Só para ilustrar, praticamente todas as grandes campeãs nacionais Dorper e White Dorper existentes no Brasil são do rebanho da VPJ, e é esta genética que estamos distribuindo aos produtores de cordeiros do país. Um reprodutor selecionado e melhorador pode incrementar em até 30% de peso ao abate numa produção.

Quais são os sinais mais evidentes do desenvolvimento da ovinocultura nacional nos últimos anos e quais os desafios que o setor ainda precisa superar?

A evidência do desenvolvimento da ovinocultura é bem visível. O melhoramento, como é de costume, andou na frente da produção. Várias raças aumentaram muito os seus rebanhos, com destaque para o Dorper, que é a raça que mais cresceu no país nos últimos seis anos. Até 2010, tínhamos um crescimento catalogado pela Associação Brasileira de Criadores de Ovinos Dorper de mais de 1.000% em quatro anos. Estima-se que hoje já tenhamos mais de 50 mil registros da raça. Temos um grande desafio, que é a adaptação das raças regionais. As ovelhas lanadas dificilmente se adaptam em regiões mais quentes e as deslanadas sofrem em climas mais frios e em regiões de muita chuva. Este é o grande desafio: organizar a base produtora de fêmeas. O manejo também é um limitante. Muitos técnicos ainda pregam que ovelhas não devem pastar as brachiárias. Isto seria um grande limitador de crescimento, pois o Brasil tem brachiárias de várias espécies e os capins sugeridos, como as gramas e pânicos, são muitos sofisticados para quem vai criar ovelhas que no mundo todo vivem em áreas marginais, como morros, desertos e regiões de pedras. Na verdade, este foco precisa ser revisto. Ovelhas são propícias para grandes extensões, para buscarem comida. Geralmente são rústicas e adaptáveis. O Brasil tem um grande potencial de produção e o consumo já é fato. Precisamos incrementar os volumes de cordeiros melhores para acompanhar a forte demanda do mercado comprador.

Valdomiro Poliselli Júnior é proprietário da VPJ Pecuária