A Granja do Ano – 34 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Especial

A SOBERANIA do agronegócio brasileiro

Esta 25ª edição d’A Granja do Ano estava em vias de ser finalizada quando a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou: a safra brasileira 2009/2010 será a maior de todos os tempos. São 147 milhões de toneladas de grãos e fibras. Nesses mesmos dias, os produtores de norte a sul e de leste a oeste deste país continental já espichavam o olhar para o horizonte das suas lavouras e meditavam sobre o que levariam ao solo na safra de verão 2010/2011. Alguma surpresa se a próxima edição deste anuário noticiar um novo recorde? Não, lógico que não. Pois assim é o agronegócio brasileiro: independente, soberano, alheio aos problemas circunstanciais, seja uma devastadora crise financeira mundial ou uma ridícula cotação de grão.

Quando A Granja do Ano nasceu, em 1986,o campo gerou 62 milhões de toneladas em 34 milhões de hectares. Um quarto de século depois e são 85 milhões de toneladas a mais por safra brotadas de 47 milhões de hectares. A produção agigantou-se 137% numa superfície apenas 38% maior. Nessas 25 safras, foram incontáveis os apuros pelo qual passou o setor. Não apenas os provocados pelas circunstâncias inerentes ao campo, como as chuvas em falta ou em demasia, mas também as crises em dimensões nacionais e globais, as guerras no outro lado do planeta mas com repercussões imediatas por aqui, os sucessivos pacotes econômicos, a hiperinflação e muito, muito mais. Mas o agronegócio brasileiro jamais deixou de evoluir, de produzir, de surpreender. E de enriquecer a economia brasileira.

E esta deverá ser a tônica da temporada 2010/2011, seja para os cultivos ou às criações. É o que as reportagens a seguir sugerem. Um trabalho minucioso e aprofundado feito em conjunto pela equipe d’A Granja e da consultoria Safras & Mercado traça o cenário presente e as perspectivas para os próximos meses dos principais segmentos da agricultura e pecuária. Já dá para adiantar aqui que não existe nenhuma facilidade à vista. Assim como nenhuma tragédia anunciada. Nas páginas a seguir, uma radiografia dos sucessos e fracassos dos segmentos, suas causas, soluções e repercussões. Um verdadeiro compêndio do agronegócio brasileiro. Até o próximo recorde!