Semente: a arte de produzir o precioso insumo

A edição de julho d’A Granja, além de dedicar a reportagem de capa para o tema sementes, ainda veiculou dois artigos sobre o nobre insumo da agricultura. Um texto, de autoria de Leonardo Machado, secretário executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja (Abrass), ressalta que gerar sementes de soja é uma verdadeira arte. “A diferença de um campo de produção de sementes e uma lavoura normal se inicia na escolha do local da produção. A produção de sementes exige condições edafoclimáticas elevadas para tal finalidade, que limitam muitas regiões agrícolas para tal função”, destaca Machado.

Já outro artigo alerta sobre a importância do produtor priorizar absolutamente sempre em suas lavouras a semente legal, certificada, texto assinado por José Américo Pierre Rodrigues, presidente da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem). Afinal, o uso do insumo gerado e comercializado de maneira ilícita provoca danos sérios a todos desde ao segmento de pesquisa & desenvolvimento, aos consumidores, Governo e, sobretudo, ao produtor rural, que leva para a sua lavoura um produto sem garantias e por vezes vetor de doenças e pragas. “Só quem ganha com o comércio ilegal de sementes e mudas é o infrator, enfraquecendo praticamente todos os elos de uma cadeia produtiva de alta importância para a sociedade como um todo”, adverte o dirigente.

Clique aqui e acesse a matéria completa.

Data: 12/07/2018
Fonte: A Granja

Últimas notícias