Semente: qualidade que faz brotar a produtividade

A semente, um dos insumos mais importantes para se atingir altas produtividades, é assunto da reportagem de capa da edição d’A Granja de julho. E o tema ainda foi abordado em dois outros artigos na edição, um sobre a importância do produtor sempre priorizar a aquisição da semente com origem (não a pirateada) e outro sobre a “arte” de produzir sementes de soja. A reportagem destaca o tamanho do segmento de sementes na agricultura brasileira, já que o País é o terceiro maior mercado do insumo, com movimentação em torno de US$ 4 bilhões ao ano, segundo a Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem). Deste total, 83% estão relacionados a grandes culturas como soja, milho, algodão, arroz e trigo.

Também teve destaque no trabalho aspectos fundamentais para que a semente ofereça à lavoura toda a carga tecnológica que abriga, resultado da pesquisa de décadas, como o tratamento com fungicidas e inseticidas, o que garante a arrancada de uma lavoura sadia. “Recomendada pela primeira vez em 1981, a prática se consolidou e hoje 95% das sementes de soja cultivadas no País recebem o tratamento com fungicidas, o que garante que o insumo chegará ao produtor em condições sanitárias adequadas”, relata um dos entrevistados, o vice-presidente da Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (Abrates), Fernando Augusto Henning, também pesquisador da Embrapa Soja. E muitas outras são as abordagens da reportagem.

Data: 05/07/2018
Fonte: A Granja

Últimas notícias