Valor da Produção Agropecuária aumenta em relação a 2016

O valor bruto da produção agropecuária ( VBP ) para 2017, com base nas informações de outubro, é de R$ 533,5 bilhões, 1,6% acima do valor de 2016, que foi de R$ 525 bilhões. As lavouras tiveram aumento real de 5,5% e a pecuária, redução de 5,8%. O valor de 2017, praticamente terá pequenas alterações até o fim do ano, pois a safra de 2016/17 está quase encerrada, faltando apenas confirmar informações de algumas lavouras de inverno.

Os produtos que mais se destacam neste ano quanto a faturamento foram algodão, com aumento real de 73,56% em relação ao mesmo período do ano passado, arroz, 9,95%, cana-de-açúcar, 30,6%, laranja, 7%, mandioca, 88,2%, milho, 14,2% e uva, 50,7%. Esses produtos se beneficiaram de aumentos de preços, caso do algodão, cana-de-açúcar, laranja, e mandioca, enquanto o milho, do aumento de produção. Na pecuária, os melhores resultados vêm sendo obtidos por carne suína e leite.

Não somente uma safra excepcional é uma das características relevantes deste ano, mas também os baixos preços de diversos produtos, observa o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, José Garcia Gasques. Os preços mais baixos reduziram o valor da produção de uma relação grande de produtos. Para alguns, a redução real é superior a 40 % : cebola, 47,5 % e batata, 49,0 %. Os preços na pecuária também encontram-se em níveis menores do que no ano passado, como da carne bovina e de frango, o que também reduziu o faturamento desse setor.

Os valores por região mostram como tem sido divulgado em publicações anteriores, explica Gasques, que a região Sul lidera o faturamento de 2017, com R$ 140,6 bilhões, seguida pelo Centro-Oeste com R$ 137,9 bilhões, Sudeste, R$ 136,0 bilhões, e Nordeste e Norte, respectivamente, com R$ 48,9 bilhões e R$ 32, 4 bilhões.
Prognóstico 2018

Os prognósticos para a safra de 2018, divulgados pela Conab e IBGE, indicam que 2018 poderá ter uma safra de grãos menor do que neste ano. A Conab projeta redução percentual média de cerca de 5 % e o IBGE de 8,9 %. Em valores absolutos, a Conab projeta valores entre 223,3 milhões de toneladas e 227,5 milhões de toneladas, enquanto que o IBGE projeta safra de 220,2 milhões de toneladas. Lembrando, completa Gasques, que a safra deste ano, segundo a Conab deve fechar em 238 milhões de toneladas e para o IBGE em 241,6 milhões de toneladas. A estimativa projetada para o VBP é de R$ 506,0 bilhões, com redução de 5,1% em relação a este ano.

Data: 14/11/2017
Fonte: Ministério da Agricultura

Últimas notícias