ABAG

Estrutura para ampliar a COMPETITIVIDADE

ABAG

Realizado no mês passado, em São Paulo/SP, o Congresso Brasileiro do Agronegócio, promovido pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), destacou a importância de investimentos em logística e debateu questões do cenário internacional

Denise Saueressig
[email protected]

As oportunidades e os desafios do País diante da conjuntura internacional foram destaque nas discussões do Congresso Brasileiro do Agronegócio, realizado no dia 6 de agosto, em São Paulo/SP. O evento, promovido pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) em parceria com a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), neste ano, teve como tema “Exportar para Sustentar”. O congresso reuniu 870 participantes e aprofundou assuntos como a disputa comercial entre Estados Unidos e China, a necessidade de valorização da Organização Mundial do Comércio (OMC), novas fontes de financiamentos para a produção rural, o multilateralismo e as prioridades que devem nortear as decisões do setor nas eleições de outubro.

O embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral, defendeu que, além de grande exportador de commodities, o País deve investir na promoção externa de soluções e tecnologias como as que são geradas pela Embrapa e por empresas privadas. Na avaliação dele, o Brasil reúne importantes vantagens diante do mercado agrícola internacional, como a disponibilidade de terras, a inovação tecnológica e o know how do produtor. No entanto, há questões que precisam ser gerenciadas para a ampliação da competitividade. Nesse sentindo, os investimentos em logística são urgentes. “Mesmo sendo grandes exportadores, ainda não temos uma estrutura adequada. Em 1930, o Brasil tinha 30 mil quilômetros de estradas de ferro. Em 2017, o número er...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!