Plantio Direto

Milho + braquiária: TECNOLOGIA para o solo de SPD

Gessi Ceccon, analista da Embrapa Agropecuária Oeste

Cultivar o solo com o mínimo revolvimento necessário para a semeadura das culturas, mantê-lo sempre coberto e trocar de cultura a cada semeadura são os três princípios básicos para bem manejar o solo, nominado de sistema plantio direto (SPD). Na Região Centro- Oeste e parte das Regiões Sul, Norte e Nordeste, a base da economia agrícola tem Gessi Ceccon sido o cultivo de soja durante a primaveraverão e de milho no outono-inverno. Essa sucessão de culturas não é um sistema de cultivo perfeito, sob os princípios do SPD, mas a soja fixa nitrogênio atmosférico e o milho produz quantidade de palha maior do que muitas outras culturas de importância econômica.

Plantio

Soja após consórcio milho e braquiária, sucessão que não é um sistema de cultivo perfeito, mas a soja fixa nitrogênio atmosférico e o milho produz quantidade de palha maior

Além disso, a soja e o milho têm estrutura de máquinas à disposição para todo o sistema produtivo e comercialização, tornando menos complexa a atividade agrícola com essas duas culturas. No entanto, a soja, por ser uma leguminosa, tem decomposição rápida da palha, e o milho, mesmo produzindo grande quantidade de palha, não cobre o solo de maneira uniforme, deixando-o pouco protegido entre a colheita do milho e a semeadura da próxima soja. A semeadura simultânea de uma braquiária com o milho safrinha é uma das estratégias para manter o solo coberto e, assim, manter o milho como cultura de interesse econômico.

Além disso, a soja e o milho têm estrutura de máquinas à disposição para todo o sistema produtivo e comercialização, tornando menos complexa a atividade agrícola com essas duas c...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!