Primeira Mão

Uma revolução verde no mundo

Primeira

Assim o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, definiu o que a agricultura brasileira promoveu ao transformar o Brasil de um importador de alimentos a um grande exportador de comida. E tal “revolução” se deu sob uma rígida legislação ambiental e sem o incentivo de subsídios, como ocorre nas agriculturas americana e europeia. “Em curto espaço de tempo, em 40, 45 anos, passamos a fornecer alimentos para mais de 150 países. E isso, tendo consumo interno muito grande, superior a 200 milhões de habitantes”, disse o Ministro, em Paris, ao receber, da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a certificação de país livre da aftosa com vacinação.

Maggi esclareceu ainda que o Brasil é o quarto maior produtor de alimentos e o segundo maior exportador, mesmo utilizando-se de apenas 9% do seu território pela agricultura, além de 13% pela pecuária. Também argumentou que a produção agrícola sustentável praticada pelo produtor brasileiro é limitada nas propriedades, visto ser necessário reservar espaços para áreas de preservação. E ainda contestou a máxima que o Brasil é o maior consumidor mundial de defensivos: “Ao confrontarmos a quantidade por quilo de produto, o país que mais usa por hectare é o Japão. São 11,7 quilos por hectare/ ano; em segundo lugar, a Holanda, com 4,59 quilos; em terceiro, a França, com 2,4 quilos; a Alemanha, na sequência, com 1,9 quilo por hectare e; o Brasil tem 1,16 quilo para cada hectare produzido”, comparou.


22,8 milhões ...

Primeira

...de toneladas de fósforo acumulados em 50 anos. Estudo da Embrapa Solos junto a outras instituições apurou que pratica...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!