Nematoides

NEMATOIDES: plantas que dão uma força no controle

Nematoides

Nos últimos anos, os nematoides tornaram-se uma preocupação no Brasil devido à sua ampla disseminação em áreas de cultivo e aos danos causados. Culturas de elevado interesse econômico, como a soja, têm sido bastante afetadas por esses patógenos, principalmente em áreas de cerrado. Os nematoides de galhas, principalmente Meloidogyne incognita e M. javanica, e o nematoide das lesões, Pratylenchus brachyurus, são espécies bastante importantes em áreas agrícolas brasileiras. Causam extensivas perdas nas culturas em que atacam e seu controle é bastante difícil, pela pequena disponibilidade de opções viáveis economicamente e que, ao mesmo tempo, sejam eficientes. Basicamente, o controle desses nematoides é feito através do uso de cultivares resistentes, tratamento de sementes com produtos nematicidas químicos e/ou biológicos e rotação de culturas com plantas não hospedeiras.

O uso de plantas de cobertura/ adubos verdes vem galgando destaque no cenário agrícola nacional para o controle de nematoides. Sua principal finalidade é melhorar as características físicas, químicas e biológicas do solo. Porém, algumas espécies podem proporcionar outros benefícios, como a redução populacional dos nematoides, com destaque para Crotalaria spectabilis, que se destaca pela quantidade de resultados positivos para o manejo de M. incognita, M. javanica e P. brachyurus. Entretanto, o controle de nematoides por meio de adubos verdes tem sido visto, até período recente, com grandes reservas pelos produtores, provavelmente porque as últimas décadas têm se caracterizado pelo uso cada vez mais intenso da terra. Porém, o aumento da importância de P. brachyurus, nematoide de manejo muito difícil, pode explicar o fenômeno de resgate dessas espéc...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!