Expodireto Cotrijal

VITRINE de inovação e conhecimento

Espaço de difusão de tecnologias para o produtor, feira Expodireto Cotrijal, realizada no mês passado, em Não-Me-Toque/RS, registrou incremento de 4% nos negócios e estimulou debates sobre temas relevantes como a conservação do solo

Denise Saueressig
denise@agranja.com
Texto e fotos

Realizada entre os dias 5 e 9 de março, em Não-Me-Toque/RS, a 19ª Expodireto Cotrijal refletiu o momento de otimismo moderado vivenciado pelo agronegócio. O volume de negócios fechados ou encaminhados durante a feira somou R$ 2,207 bilhões, incremento de 4% em relação à edição de 2017 e abaixo dos até 20% estimados anteriormente pelos organizadores. Entre os resultados de destaque, o aumento de 31% nas aquisições realizadas via bancos de fábrica, enquanto as vendas efetivadas por meio de instituições financeiras públicas e privadas recuaram 16%. Para o presidente da cooperativa Cotrijal, Nei César Mânica, a estiagem que afeta especialmente a Metade Sul do Rio Grande do Sul e a incerteza em relação às taxas de juros voltadas ao setor são alguns fatores que podem ter impedido negócios mais volumosos. Na avaliação dele, fica agora o desafio para que a edição de 2019, agendada para entre 11 e 15 de março, seja ainda melhor do que a mostra deste ano.

O público presente na Expodireto deste ano cresceu 10,4% em relação a 2017. Foram 265,6 mil pessoas que prestigiaram 527 expositores. Nos estandes das empresas de insumos, sementes e máquinas, as inovações voltadas à redução de custos, à sustentabilidade e à agricultura digital chamaram a atenção. O vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, ressalta o clima positivo percebido na feira. “Os produtores encontram na Expodireto um ambiente de inovação e de conhecimento que favorece a projeção de investimentos em tecnologia e em melhorias nas propriedades”, conclui.

Produtores no distrito de Serra dos Engenh...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!