Brasília

Agricultura exuberante no CORAÇÃO do Brasil

Brasília

Em um raio de aproximadamente 250 quilômetros de Brasília é praticada uma agropecuária diversificada e altamente inovadora, incluindo a maior área de lavouras sob irrigação da América do Sul. Atividades amparadas pela cooperativa Coopa-DF, que completa em 2018 quatro décadas. Todo o empreendedorismo da região e de seus protagonistas é ilustrado pela feira internacional AgroBrasília, cuja 11ª edição se realizará de 15 a 19 de maio

Leonardo Gottems

Duas palavras são as que melhor definem a agropecuária do Planalto Central: tecnologia e diversidade. A região começou a mudar sua história em meados dos anos 1970, com a criação do Programa de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), que atraiu produtores e empreendedores de todo o Brasil para desenvolver o plantio de grãos, hortifrutigranjeiros e pecuária em uma área de aproximadamente 61 mil hectares. Desde aquele tempo até hoje, a região viveu uma verdadeira revolução baseada na aplicação da tecnologia para obter o máximo rendimento de uma área extremamente diversificada. O Planalto Central é muito rico em água (onde nascem três bacias hidrográficas brasileiras), com clima bem definido (seis meses de seca e seis com chuvas), média de mil metros de altitude e boa parte do relevo apropriado para a produção agrícola.

Brasília

Ronaldo Triacca, da AgroBrasília, lembra que algumas regiões importantes no Brasil e no mundo se destacam por uma, duas ou três atividades, enquanto em Brasília são muitas as atividades

A região rural do Planalto Central compreende um raio de...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!