O Segredo de Quem Faz

BIODIVERSIDADE que favorece a produtividade

O

Denise Saueressig
denise@agranja.com

As altas produtividades são o destaque nas lavouras cultivadas com milho na região de Guarapuava/PR. Enquanto a média nacional na safra de verão foi de 5,5 mil quilos por hectare no ciclo 2016/17, nas áreas no entorno do município é comum os produtores alcançarem volumes próximos dos 13 mil kg/ha. O número expressivo ajudou o Paraná a ter rendimento médio de 9,2 mil kg/ha na última safra, ficando atrás apenas do Mato Grosso do Sul, que registrou média de 9,3 mil kg/ha, segundo a Conab. Nas fazendas do Grupo Reinhofer, onde o cereal é cultivado desde a década de 1970, o clima é um aliado da lavoura, mas o manejo que valoriza a biodiversidade do sistema é ainda mais importante. Na entrevista a seguir, um dos administradores do grupo, o produtor Bruno Reinhofer (à direita na foto) detalha o trabalho de alta eficiência realizado ao lado dos pais, Eduardo e Hildegardt, e do irmão, Robert.

Granja – Como iniciou a história da sua família na agricultura?

Bruno Reinhofer – Meus bisavós (alemães) migraram da Europa para o Brasil no início da década de 1950, refugiados da Segunda Guerra. No Distrito de Entre Rios, na região de Guarapuava, iniciaram o cultivo de arroz e participaram da fundação da Cooperativa Agrária, sendo que até hoje os membros do Grupo Reinhofer são cooperados. Meu avô Johann, que faleceu em janeiro de 2016, alavancou muito os negócios do grupo. Ele mantinha uma série de atividades, inclusive a pecuária, que fez parte da empresa até dois, três anos atrás.

A Granja – E atualmente, como está estruturado o trabalho do grupo?

Reinhofer – São seis fa...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista A Granja, clique Aqui e Assine Agora!