Vitrine

NEMATOIDES, PREJUÍZO NADA INVISÍVEL: R$ 35 BILHÕES

O que o montante de R$ 35 bilhões significa às realidades da agricultura brasileira? Equivale a 500 milhões de sacas de soja à cotação de R$ 70; ou mais de 580 mil tratores novos com valor unitário em torno de R$ 60 mil (máquina de 55 a 60 cv). Pois pesquisadores apresentaram no recente Congresso Brasileiro de Nematologia, da Sociedade Brasileira de Nematologia, a estimativa de R$ 35 bilhões como a dimensão dos prejuízos causados pelos nematoides à agricultura brasileira. E o assunto de tamanha relevância é tema da reportagem de capa desta edição. Muitas são as ações para se enfrentar o estratosférico mal que esses vermes causam às plantas, tanto atitudes de prevenção como de controle. A reportagem vai a fundo ao ouvir especialistas sobre o que fazer – e o que não fazer jamais! – na lavoura para manter bem longe esses inimigos ocultos, que agem na surdina, lá nas raízes, debaixo do solo e longe dos olhos do produtor.

Outra reportagem mostra tudo sobre como foi a festa de entrega dos troféus aos vencedores da 32ª edição do prêmio Destaques A Granja do Ano 2017 (foto). Foi uma noite histórica na casa da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) na Expointer, em Esteio/RS.

E a Farsul e a Expointer também são notícias nesta edição. No caso da Farsul, relatamos um pouco, mas só um pouco mesmo, do que entidade fez pela agricultura e pelo agricultor do Rio Grande do Sul e do Brasil em 90 anos de existência. A Farsul, fundada em 1927, é a primeira federação estadual de agricultura do País. Já em relação à Expointer, reportagem descreve a feira que movimentou mais de R$ 2 bilhões em negócios e apresentou muita tecnologia que estará disponível ao produtor nesta safra 2017/18.

Mas tem muito mais nas páginas a seguir. Reportagens e artigos técnicos interessantes, que abordam, por exemplo, as ações para evitar a resistência de invasoras a herbicidas, a importância da dobradinha cálcio e enxofre para a produtividade, o trabalho fundamental dos engenheiros agrônomos para a agricultura nacional (12 de outubro é Dia do Agrônomo!) e as perspectivas para o clima na safra de verão.

Boa leitura!

Vitrine