Aqui Está a Solução

 

ÁRVORES PLANTADAS

Olá, amigos da Revista A Granja. Gostaria de informações sobre a representatividade econômica do setor de árvores plantadas no Brasil. Agradeço a ajuda.

Thiago Ribeiro Rodrigues
São Joaquim/SC

R- Prezado Thiago, os números são da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), que representa o setor e conta com 60 empresas e nove entidades estaduais. Segundo a Ibá, em 2015, a receita bruta totalizou R$ 69 bilhões, enquanto as exportações somaram cerca de US$ 9 bilhões. O setor de árvores plantadas também é responsável por aproximadamente 3,8 milhões de empregos diretos, indiretos e resultantes do efeito- renda. Os projetos de investimento das empresas, em andamento ou previstos, que visam ao aumento dos plantios, ampliação de fábricas e novas unidades, são da ordem de R$ 40 bilhões de 2016 a 2020. O País tem 7,8 milhões de hectares de árvores plantadas de eucalipto, pinus e demais espécies (acácia, araucária, paricá e teca) para segmentos como: celulose e papel; siderurgia e carvão vegetal; painéis de madeira e pisos laminados; investidores financeiros; produtores independentes; e produtos sólidos de madeira.


ATIVIDADE DA SERICICULTURA

Tenho interesse em saber em quais estados a sericicultura é desenvolvida no Brasil e como está o mercado para os produtos da seda no exterior. Obrigado pelas informações.

Leonardo Gomes Carvalho
Vitória/ES

R- Caro Leonardo, o Brasil é o único produtor de fio de seda em escala comercial no Ocidente. A atividade desenvolvese, principalmente, em pequenas propriedades e tem o estado do Paraná como principal produtor nacional de casulos do bicho- da-seda, com 83% do total. Em seguida, vêm os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Segundo o analista de Mercado da Gerência de Produtos da Sociobiodiversidade da Conab, Humberto Lôbo Pennacchio, o Brasil é essencialmente exportador de fios de seda com praticamente 90% da produção destinados ao mercado externo. As exportações brasileiras de fios de seda alcançaram, em 2015, 440,7 toneladas a um preço médio de US$ 75/kg. O produto tem como destino a França e o Japão, responsáveis por cerca de 50% da quantidade comprada, seguidos por Vietnã, China e Itália. A produção brasileira de casulos de seda vem sofrendo declínio nos últimos 11 anos, desde o ápice da produção que atingiu em 1993 em torno de 19 mil toneladas, chegando nesta safra a 2.217 toneladas, número inferior ao observado na safra anterior que foi de 2.326 toneladas.