Gente em Ação

 

BASF APRESENTA SUAS INOVAÇÕES NA ALEMANHA

Markus Heldt

A área agrícola da Basf realizou sua conferência global de imprensa na cidade de Ludwigshafen, Alemanha, onde a empresa destacou suas inovações mais recentes para a proteção de cultivos, assim como sua estratégia de crescimento futuro, e também discutiu as atuais transformações e os desafios da agricultura. “Estamos em uma ótima posição para oferecer aos nossos clientes soluções que atendam suas demandas específicas. Nosso portfólio, nossos projetos em preparação e nossa agilidade em entender as necessidades dos agricultores nos colocaram em uma sólida posição competitiva”, afirmou Markus Heldt, presidente da divisão de Proteção de Cultivos da Basf.


APLICAÇÃO RESPONSÁVEL DA DOW TREINA MAIS DE 2 MIL

Ana Cristina Pinheiro

O Programa de Aplicação Responsável, da Dow AgroSciences, já treinou, neste ano, mais 2 mil produtores em mais de 70 eventos. Realizado em parceria com a Unesp, o programa foi desenvolvido com o intuito de promover a responsabilidade durante a aplicação de defensivos e garantir a sustentabilidade do agronegócio. “Este ano, ampliaremos o Programa para atender também hortifruti e agricultura familiar, ressaltando o comprometimento da empresa em disseminar um número cada vez maior de profissionais a importância das boas práticas”, destaca a coordenadora de Boas Práticas Agrícolas, Ana Cristina Pinheiro.


PROGRAMA DOMÍNIO PERCEVEJO DA FMC REALIZA INTERCÂMBIO

Adriano Roland

Desde setembro, o FMC Agricultural Solutions promove o Programa Domínio Percevejo nos principais polos agrícolas produtores de soja e milho. Segundo o gerente de Inseticidas da FMC, Adriano Roland, a praga é considerada uma das que mais prejudicam e atacam a soja e o milho. “A FMC desenvolveu a proposta de um manejo único que leva em consideração a situação da praga, a necessidade de controle em cada momento da cultura e os desejos do produtor rural de proteger o seu investimento, a sua produtividade e ter uma atividade segura para si e para o meio ambiente”, destaca.


IHARA RECEBE AMPLIAÇÃO DE REGISTRO PARA O INSETICIDA DANIMEN

Clayton Emanoel da Veiga

O inseticida Danimen, produzido no País pela Ihara, acaba de obter o registro de extensão para as culturas de melão e melancia. Com efeito inovador, o produto combate as pragas broca-das-cucurbitáceas e larva-minadora. Além das novas frentes, a solução já funciona em culturas como soja, morango, maçã, feijão, citros, cebola, algodão, repolho, café e tomate. “O Danimen é o produto ideal para auxiliar o manejo adequado de frutas e demais culturas, garantindo mais eficácia e lavouras saudáveis para os produtores”, afirma Clayton Emanoel da Veiga, gerente de Produtos da Ihara.


BAYER E EMBRAPA INICIAM ESTUDO SOBRE RESISTÊNCIA DE FUNGOS

Rogério Bortolan

Para entender e identificar os mecanismos de resistência dos fungos causadores de doenças da soja, a Bayer iniciou, em parceria com a Embrapa, um estudo sobre a sensibilidade dos fungos causadores da ferrugem- asiática e mancha-alvo a fungicidas. Segundo o gerente de Desenvolvimento Avançado de Fungicidas da Bayer, Rogério Bortolan, os fungos que serão estudados são agentes causais da ferrugem-asiática e da mancha- alvo, doenças que possuem alto potencial destrutivo, pois podem resultar em perdas de rendimento de até 80% da safra.


NOVO GERENTE DE BRANDING DA SYNGENTA

Gabriel Saul

A Syngenta tem novo gerente de Branding. Formado em Propaganda e Marketing pela PUC de Campinas/SP, Gabriel Saul especializou- se em Branding, área à qual vem dedicando sua carreira. Com mais de dez anos de atuação no agronegócio, o profissional tem passagens pelas áreas de Marketing de multinacionais como Bunge e Mosaic. Atualmente, como gerente de Branding da Syngenta, Saul mira seus esforços na contínua construção e geração de valor das marcas de produtos da companhia.


ARYSTA PROMOVE PRÉ- LANÇAMENTO DO PANTHER

Guilherme Ogata

A Arysta LifeScience participou do 13° Congresso Internacional de Citros, em Foz do Iguaçu/PR, divulgando o pré-lançamento do herbicida Panther,. Ainda em fase de registro, o graminicida é para o controle do capim-amargoso resistente. “Nosso objetivo em participar desse Congresso é apoiar o desenvolvimento da agricultura com soluções inovadoras que auxiliam o Citricultor no manejo fitossanitário e na nutrição de plantas”, fala Guilherme Ogata, Gerente de Marketing para HF da Arysta Life- Science. Outro destaque apresentado foi o Obny (Ciflumetofem), inovadora molécula, com ação de choque e longo residual eficiente para todas as fases dos ácaros.


UPL COM SOLUÇÕES NO CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA

Marcelo Figueira

A UPL Brasil levou ao 49º Congresso Brasileiro de Fitopatologia, em Maceió/AL, toda sua experiência no controle de doenças e manejo de resistência em soja, milho e algodão, com destaque para Unizeb Glory e Unizeb Gold. “Estamos vivendo um momento na agricultura em que os fungicidas sistêmicos tradicionais estão apresentando baixo desempenho no manejo de algumas doenças, por isso a importância do Unizeb Glory e Unizeb Gold. Nosso objetivo é ir além e trazer, a cada dia, novas soluções que possam potencializar e proteger melhor as lavouras de todo o País”, afirma Marcelo Figueira, gerente de Produtos Fungicidas da UPL Brasil.


ALBAUGH: DEFENSIVOS PÓS-PATENTE CUSTAM EM MÉDIA 25% MENOS

Leandro Ponchio

Segundo cálculos da equipe de inteligência de mercado da Albaugh Brasil, considerando- se os preços de mercado dos principais agroquímicos para a soja, a economia com o uso de defensivos genéricos beira os 25%. Para a estimativa, foi utilizada uma cesta que contempla duas aplicações contra percevejos, duas contra mosca-branca, uma para lagarta, três para fungicidas, uma de tratamento de sementes, quatro de herbicidas não seletivos e uma de seletivo. “Em alguns casos como nos dos inseticidas para lagartas e mosca-branca, a economia chega a 50% com o uso de produtos pós-patentes”, diz o diretor de Marketing da Albaugh Brasil, Leandro Ponchio.


NUFARM PROMOVE PROGRAMA DE INCENTIVO À COMUNIDADE CIENTÍFICA

Vitor Raposo

A Nufarm recebeu projetos para o Desafio Nufarm, que está proposto na plataforma digital Sou Genial. Lançado este ano, o projeto de inovação tem objetivo de desenvolver e difundir soluções para a agricultura, sendo aberto a consultores e universidades. De acordo com o diretor executivo de Marketing da Nufarm, Vitor Raposo, a coordenação do programa Tec- Nufarm está a cargo de 17 cientistas e consultores. “Esse grupo vem trabalhando há dois meses, em parceria com alunos de universidades e outros pesquisadores, e tem à frente grandes desafios propostos pela Nufarm”, explicou no mês passado.