Cartas, Fax e E-Mails

 

SEMENTES: O INSUMO NOBRE

Muito feliz a escolha do assunto sementes para a principal reportagem desta revista (edição de julho). A semente realmente é o começo de tudo. Eu ainda vejo gente plantando com sementes caseiras, guardadas da safra anterior. Um atentado ao bom senso. Depois, colhe pouco e culpa o coitado do São Pedro que não teria mandado chuva naquele momento que deveria. Ora, se a gente começa mal alguma coisa, depois não adianta esperar por milagre, não é verdade? Um abraço a todos.

Vanderlei de Veiga Ponta Porã/MS


ELEIÇÕES MUNICIPAIS: A ESCOLHA DOS COMPROMETIDOS

Costumamos reclamar muito de nossos políticos. E não deixamos de ter razão. Mas em breve teremos uma eleição importante, de prefeitos e vereadores. É importante que todos estejamos atentos para eleger gente honesta, sobretudo, e com disposição e ideias para trabalhar pelo bem comum. E principalmente nós que somos das cidades menores e que têm o agronegócio como principal negócio e gerador de impostos precisamos ficar bem ligados naqueles que realmente vão trabalhar pelo nosso setor, que é o ganha-pão de todos. Fica aqui a minha dica.

Carmem Batista Rondonópolis/MT


O CAMPO COMO PROJETO FAMILIAR

Legal a história da família do agricultor Ricardo Barbaresco Pereira contada pela A Granja (na foto, da esquerda para a direita, Ricardo, o pai Guilhermino e o irmão, Roberto, em O Segredo de Quem Faz, edição de julho). Me vi e vi um monte de gente naqueles relatos. Felizmente as coisas mudaram, e hoje o filho ou a filha seguir no campo seguindo os passos do pai, do avô e assim por diante, é uma honra. Já houve época em que permanecer no campo era como se não houvesse evolução na vida da pessoa. Por isso que houve êxodo rural. Agora, por que alguém deixaria de trabalhar num negócio lucrativo e de futuro para tentar um empreguinho na cidade?

Laércio de Lima Jr. Divinópolis/MG