Cotrijal

  

“Todos juntos e fortes!” É a COTRIJAL

Cooperativa gaúcha sediada em Não-Me-Toque também promove uma das maiores feiras do País, a Expodireto Cotrijal

Cotrijal
Sede: Não-Me-Toque/RS
Principais produtos: soja, milho, leite
Faturamento: R$ 1 bilhão em 2014
Produção recebida em 2014:: 711 mil toneladas
Cooperados: 5,8 mil

Doação, sacrifício, perseverança e profunda crença no ideal cooperativo são marcas da “obra Cotrijal”, que começou a ser montada em 14 de setembro de 1957 e nunca parou de crescer. A cooperativa foi fundada por 11 agricultores da Associação Rural de Não- Me-Toque, município gaúcho, com o intuito de melhorar as condições de comercialização, armazenagem, escala de negócios e competitividade no mercado, sobretudo na produção de trigo, a principal cultura da época. E eles não só resolveram esses problemas como deram início a uma história que confirma a veracidade do slogan da cooperativa: “Todos juntos somos fortes”. Recheada de desafios, mas também de conquistas, a história da Cotrijal foi construída por pessoas abnegadas, que muito trabalharam em prol da cooperativa. O faturamento da Cotrijal em 2014 foi de R$ 1,037 bilhão.

Hoje, o foco continua sendo o produtor, através de ações de desenvolvimento sustentável e acesso à informação e à tecnologia. A Cotrijal, direcionada ao agronegócio de alimentos, está presente em 18 municípios, com 39 unidades de recebimento de grãos, atendendo cerca de 5,8 mil associados. Além da atividade grãos (soja, milho, trigo, cevada e canola), atua nas áreas de produção leiteira, possui fábrica de rações, Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) e de varejo (16 lojas, oito supermercados e um atacado). A capacidade de armazenagem da instituição é 711 mil toneladas, o equivalente a 11.852.000 sacas

“A Cotrijal hoje só é conhecida e reconhecida porque o trabalho do produtor e colaborador é referência”, justifica o presidente, Nei Mânica

O compromisso da Cotrijal é disponibilizar informações, tecnologias e serviços que possam melhorar o resultado das propriedades e garantir segurança e renda ao associado. Através da assistência técnica e das parcerias com as melhores empresas do mercado na área de sementes, defensivos e fertilizantes, a cooperativa tem superado a média do estado quando o assunto é produtividade. Na safra 2014/ 15, na soja, a média dos produtores da cooperativa chegou a 66,7 sacas/hectare, enquanto que no Rio Grande do Sul foi de 48,5 sacas. Esse é o efeito Cotrijal, a força do conjunto. Oportunidades ao alcance do associado para melhorar no campo é o que não falta na cooperativa. Um exemplo é a feira Expodireto Cotrijal, realizada anualmente em março, e que na 16ª edição, em 2015, reuniu mais de 235 mil pessoas e movimentou R$ 2,1 bilhões em negócios. A edição de 2016 ocorre de 7 a 11 de março.

A Cotrijal não tem respostas para tudo, mas busca ter as melhores parcerias para chegar o mais rápido possível aonde o produtor quer chegar. “A Cotrijal hoje só é conhecida e reconhecida em nível estadual, nacional e internacional porque o trabalho do produtor e colaborador é referência”, destaca o presidente da cooperativa, Nei Mânica. “A seriedade e o nosso compromisso em buscar sempre o melhor para o produtor é o que construiu essa imagem de credibilidade”, acrescenta o vice-presidente, Enio Schroeder.