Integrada

 

INTEGRADA, uma jovem que já fez história

A Integrada, localizada em Londrina, tem apenas 20 anos, e seu faturamento já atingiu o patamar de R$ 2 bilhões

Integrada
Sede: Londrina/PR
Principais produtos: soja, milho, trigo, café e laranja, industrializados
Faturamento: R$ 2,2 bilhões em 2015 (previsão)
Associados: 8.200

A Integrada Cooperativa Agroindustrial, sediada em Londrina/ PR, está completando apenas 20 anos de atividades e se consolidando entre as principais cooperativas do País. Com 8.200 associados e 58 unidades de recebimento localizadas nas Regiões Norte e Oeste do Paraná e Sul de São Paulo, a Integrada atua em todas as etapas do processo de produção, da assistência técnica e do recebimento de grãos até a agroindustrialização. No primeiro ano de funcionamento, o faturamento da cooperativa foi de R$ 97 milhões. Hoje, a Integrada faz parte das poucas cooperativas paranaenses com faturamento superior a R$ 2 bilhões. A maior parte da movimentação financeira vem da comercialização de grãos como soja, milho, trigo, café e laranja.

Além disso, para diversificar a participação no mercado, a Integrada investe no processo industrial. Atualmente, a cooperativa conta com três unidades industriais para produção de derivados de milho, suco concentrado de laranja e rações, além de três unidades de beneficiamento de sementes. Os destaques na área industrial ficam por conta da inauguração da nova unidade industrial de milho, localizada em Andirá/ PR. Com investimentos de R$ 100 milhões, a unidade foi projetada com o que existe de mais moderno em equipamentos e tecnologia para produção de derivados de milho no País.

“A Integrada é uma das pioneiras na verticalização da cadeia do milho no Paraná. Os investimentos em agroindustrialização fazem parte do nosso planejamento estratégico”, explica o presidente da cooperativa, Jorge Hashimoto

“A Integrada é uma das pioneiras na verticalização da cadeia do milho no Paraná. Os investimentos em agroindustrialização fazem parte do nosso planejamento estratégico, que busca agregar valor aos produtos dos associados e diversificar as receitas da cooperativa”, explica o presidente da cooperativa, Jorge Hashimoto. Além da nova indústria de processamento de milho, a Integrada também iniciou as obras de construção da nova unidade industrial de rações, em Londrina. Com investimento de R$ 25 milhões, a planta industrial deverá entrar em operação em meados de 2016. Construída em uma área de 6 mil metros quadrados, a nova unidade industrial de rações terá capacidade inicial para produzir 50 mil toneladas de rações por ano, para bovinos, aves, peixes e diversos outros animais, além dos alimentos completos para cães da marca Rinthy e Brusky.

O desenvolvimento econômico de forma sustentável é uma das missões da cooperativa. A preocupação da Integrada com o associado vai além da atividade agrícola. São diversos benefícios que garantem bemestar, saúde e educação para os associados e suas famílias. Além disso, a cooperativa conta com diversas ações e projetos que colocam em prática os ideais cooperativistas de preservação ambiental e preocupação com a sociedade. “O compromisso com os associados e a busca pela eficiência, fazendo mais com menos, é muito importante nesse trabalho. A Integrada quer crescer e aumentar, mas mantém-se sempre pautada pela missão, pela visão e pelos valores que cultiva desde a fundação”, ressalta Hashimoto.