Gente em Ação

 

BAYER INVESTE EM ESTRATÉGIAS CONTRA A RESISTÊNCIA

Com foco em um dos grandes desafios da agricultura tropical, a Bayer CropScience inaugurou, no mês passado, em Paulínia/SP, os Laboratórios de Monitoramento de Resistência a Fungicidas, Herbicidas e Inseticidas. O objetivo é avaliar e gerar tecnologias que possam combater a evolução e a sobrevivência de pragas, doenças e plantas daninhas a agroquímicos.

A empresa também lançou o Centro de Tecnologia de Aplicação – o primeiro da multinacional fora da Alemanha – e o conceito do Centro de Expertise em Agricultura Tropical (Ceat), que já conta com o apoio da Embrapa para o desenvolvimento de inovações. “É uma plataforma colaborativa para parcerias público-privadas de soluções que possam contribuir com o perfil da agricultura do Brasil e de países vizinhos”, define o presidente da empresa para Brasil e América Latina, Eduardo Estrada.

O executivo lembrou que nos últimos anos o aumento dos casos de resistência, como a ferrugem, na soja, e o bicudo, no algodão, servem de alerta para a importância de novas soluções. “São justamente algumas características do nosso clima, como altas temperaturas e umidade elevada, que estão entre as razões que favorecem essas ocorrências”, acrescenta. No Brasil, especialmente para a inauguração, o CEO global da Bayer CropScience, Liam Condon, destacou que a companhia investiu nos últimos quatro anos cerca de R$ 31 milhões no centro brasileiro, dos quais R$ 22 milhões apenas em 2015.

Presente na cerimônia em Paulínia, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, ressaltou a importância de aprimorar as pesquisas na área. “Até a década de 1990, surgia uma nova praga a cada cinco anos no Brasil. A partir de 2010, passamos a registrar três novas pragas por ano”, cita.

Theo van der Loo, Liam Condon, Arnaldo Jardim, Kátia Abreu, Eduardo Estrada e Maurício Antônio Lopes


EXECUTIVO DA BASF RECEBE PRÊMIO DA IBS

O vice-presidente sênior da Unidade de Proteção de Cultivos da Basf para a América Latina, Eduardo Leduc, recebeu o prêmio World Class Manager Award na categoria Executivo. A iniciativa é promovida anualmente pela International Business School of São Paulo (IBS), e premia profissionais de empresas e do universo acadêmico que se destacaram por desenvolverem iniciativas que colocam o Brasil em posição de destaque no mercado internacional. Leduc foi reconhecido por sua contribuição ao agronegócio brasileiro e por desenvolver tecnologias e profissionais para atuarem internacionalmente. Na foto, Ricardo Britto, diretor Geral da IBS Brasil, e Eduardo Leduc.

Ricardo Britto e Eduardo Leduc


MONSANTO: LIVROS QUE VALORIZAM OS MUNICÍPIOS

A Monsanto lançou o primeiro livro do projeto A Cidade da Gente, que valoriza a história e a cultura de cinco municípios onde atua. A publicação foi apresentada ao público em Paracatu/MG. Patrocinada pela Monsanto e publicada pela Editora Olhares, a iniciativa abrange também São José dos Campos/SP, Não- Me-Toque/RS, Campo Verde/MT e Balsas/MA. Serão cerca de 13 mil livros. “Diálogo, compreensão, aprendizado e identificação são fundamentais para nós. E não há ninguém melhor do que os próprios moradores para nos ajudar nessa missão”, explica Isabela De Marchi, coordenadora de Responsabilidade Social Corporativa.

Isabela De Marchi


OUROFINO COM NOVA ESTRUTURA DIRETIVA

A Ourofino Agrociência anunciou mudanças na estrutura diretiva da empresa. Os sócios- fundadores Norival Bonamichi e Jardel Massari passam a assumir a presidência e a vice- presidência, respectivamente, e também integram o Conselho de Administração. A reestruturação é parte de um planejamento estabelecido para o alcance de metas em 2016 e a consolidação da empresa no setor do agronegócio brasileiro. Durante 2015, foram realizados novos investimentos na fábrica, no desenvolvimento de produtos pela área de PDI & Registro e parcerias que visam ao crescimento sustentável da empresa.

Jardel Massari

Norival Bonamichi


DOW LANÇA O INSETICIDA EXALT PARA SOJICULTORES DE MT

Os produtores mato-grossenses acabam de ganhar um novo aliado para o controle do complexo de lagartas de soja. Empenhada em oferecer a melhor solução para o sojicultor, a Dow AgroSciences investiu em tecnologia de ponta para o desenvolvimento do Exalt (Espinetoram), que alia altíssimo efeito de choque e amplo espectro de ação, o que confere ganho em resultados na lavoura. De acordo com André Arnone, gerente de Marketing de Inseticidas, o produto apresentou maior efeito de choque do que as diamidas em cerca de 80% dos ensaios de campo realizados na última safra no estado, eliminando as lagartas nas primeiras 48 horas.

André Arnone


FMC LANÇA NOVO FUNGICIDA PARA O MILHO

A FMC Agricultural Solutions lança o novo fungicida Authority com foco no controle de cercosporiose. “O Authority vem com a missão de contribuir na prevenção dessa doença e assegurar a produtividade nas lavouras, pois conta com a mais alta sistemicidade apresentada no mercado atual”, destaca o diretor de Tecnologia & Inovação, Reginaldo Sene. “Sua formulação balanceada com ingredientes ativos, com triazol de alta sistemicidade e estrobilurina de alto poder de absorção e movimentação, sem efeito não juvenoide, garantindo o desenvolvimento pleno, sem desacelerar o metabolismo das plantas”.

Reginaldo Sene