Vitrine

 

NUNCA MAIS PERCA UMA DECISÃO PARA SÃO PEDRO

Quem nunca se indignou em ver seu time perder um jogo para o árbitro. Neste exato instante já deve ter passado pela sua cabeça algumas lembranças e sentimentos dolorosos. Aquela vez... e teve outra... ah, mais uma... enfim, quem não carrega tais mágoas!? Pois no campeonato da agricultura, o “árbitro” em questão é o clima, ou, para muitos, ele atende por outro nome: São Pedro.

É ele quem decide jogos e pode até comprometer toda uma competição – leia-se uma safra inteira. Se você é produtor, já deve ter lembrado de uma vez – normalmente de muitas vezes – que a falta de chuvas acabou com o seu sonho de vitória. E até de título. Mas, ao contrário do futebol, esse jogo você pode vencer (até de virada) com a ferramenta da irrigação, o tema da nossa reportagem de capa.

Pois a agricultura brasileira irriga hoje algo como 10% de suas potencialidades. São 6,5 milhões de hectares sob água; poderiam ser 66 milhões. O que explica uma adesão tão pequena a uma ferramenta tão importante? E quais as perspectivas de a ferramenta deslanchar na agricultura brasileira? Com a palavra, experts no assunto. Inclusive o produtor que ilustra esta capa. Ele cultiva 4 mil hectares com 40 pivôs.

Se o assunto é tecnologia de ponta, que tal um relato do que as maiores e principais empresas de tecnologia agrícola do mundo estão colocando à disposição dos produtores? Foi o que mostrou a maior feira agrícola do planeta, a Agritechnica (foto), no mês passado, em Hannover. Estivemos por lá e uma síntese da interessante visita está nesta edição. Você já imaginou uma máquina que escaneia o solo e informa imediatamente as deficiências nutricionais!? Sim, já existe.

Voltando à realidade brasileira, mas bem brasileira mesmo, veiculamos ainda um artigo sobre a (falta de) segurança no campo. Imagine, com a polícia apertando o cerco ao crime nas cidades, para onde os deliquentes migram? Sim, para as propriedades agrícolas, onde encontram máquinas, veículos, insumos e pessoas indefesas. O que fazer? Oferecemos uma longa lista de dicas.

Mas a edição tem mais, sobre temas de gestão e também técnicos. Orientações fundamentais no momento da safra de verão que já ruma para a colheita.

Boa leitura! Até 2016!