Após o ano de exportações recordes de milho em 2015, quando as vendas externas se aproximaram de 30 milhões de toneladas, os preços explosivos mudaram o cenário do cereal no ano seguinte. Em 2016, as exportações iniciaram aquecidas, em patamares recordes, mas perderam o fôlego no decorrer do ano, fechando o quarto trimestre com o pior res...