Mercado de reposição à espera da arroba

Após desvalorizações consecutivas em todas as semanas do último mês, o início de julho trouxe estabilidade para a média de preço de todos os estados e categorias de bovinos de reposição pesquisados pela Scot Consultoria. Aos poucos, principalmente nas regiões do Centro-Oeste, as especulações vão se tornando negócios concretizados.
Em estados confinadores como Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul, o aumento da procura por animais mais erados puxou os preços destas categorias para cima.
O boi magro goiano ([email protected]), por exemplo, subiu 4,0% nos últimos 15 dias. A entressafra mais intensa e o preço da arroba do boi gordo reagindo no estado permitiram esse movimento. Contudo, em alguns estados como São Paulo e Paraná, as cotações dos animais de reposição recuaram, 0,8% e 1,2%, respectivamente, na média de todas categorias no fechamento semanal.
No Paraná, a baixa qualidade das pastagens de inverno afasta compradores e vendedores das comercializações. Já em São Paulo, há pouco interesse em girar o estoque da fazenda. Muitos compradores estão aguardando melhores preços no mercado do boi gordo para realizar a troca.
Por fim, a expectativa para o curto e médio prazos, pelo lado do comprador, é de que a entressafra mais característica precifique melhor o boi gordo e aumente o ímpeto de compra de recriadores e invernistas. Pelo lado vendedor, a diminuição de suporte das pastagens pode fazer com que eles sejam menos resistentes nas negociações.

Data: 07/07/2018
Fonte: Scot Consultoria

Últimas notícias