Embrapa terá processo para seleção do novo Presidente

O Conselho de Administração da Embrapa (Consad) vai abrir, na segunda quinzena de julho, processo para seleção do novo presidente da Empresa. O atual presidente, Maurício Antonio Lopes, encerra no dia 12 de outubro o seu segundo e último mandato de três anos. “A sucessão não deve ser considerada surpresa. Na verdade, é um processo natural que segue todas as regras definidas na Lei das Estatais e no Estatuto da Embrapa. Além de mandatos excessivamente longos não serem saudáveis, é fundamental a renovação na gestão de uma empresa com a importância que a Embrapa possui”, avalia.
Maurício Lopes destaca que em nenhum momento pleiteou a prorrogação ou ampliação de prazo do seu segundo mandato. Em entrevista para a imprensa concedida em maio, o presidente chamou atenção publicamente para sua saída em outubro. Ele explica que o processo de transição foi combinado já no início do mandato do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi.
O processo de seleção do novo Presidente será semelhante ao último realizado para seleção dos diretores-executivos, seguindo o que determina a Lei das Estatais. A mudança não inclui os três diretores-executivos, que assumiram o cargo em julho de 2017 e permanecem, já que possuem mandato de dois anos e ainda renovável.

Data: 29/06/2018
Fonte: Embrapa

Últimas notícias