Preços pagos aos produtores de leite em SC registram queda em maio

A retração no consumo ocasionada pela redução do poder de compra dos consumidores e os elevados estoques de leite são os principais motivos que levaram à leve queda no valor pago por litro de leite ao produtor rural catarinense. Em reunião do Conselho Paritário Produtor/Indústrias de Leite do Estado de Santa Catarina, na última semana, em Joaçaba, os valores de referência para o mês de maio demonstraram redução de 1,3%.
O leite entregue em abril para processamento industrial a ser pago em maio pelos laticínios terá queda de dois centavos/litro. Os valores projetados são os seguintes: leite acima do padrão R$ 1,2972/litro; leite padrão R$ 1,1280 e abaixo do padrão R$ 1,0255. Os valores se referem ao leite posto na propriedade com Funrural incluso.
De acordo com o presidente do Conseleite/SC em exercício e representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) José Carlos Araújo, as expectativas são de que a retomada no setor seja lenta e gradativa, mas ainda assim uma incógnita. “A situação econômica e política do País interfere no consumo. O baixo poder aquisitivo, os elevados estoques do produto e, recentemente, a greve dos caminhoneiros refletem nos preços pagos aos produtores”, explica.

Data: 30/05/2018
Fonte: FAESC

Últimas notícias