Surto de Influenza Equina na Argentina ameaça Brasil

A Senasa (Servicio Nacional de Sanidad y Calidad Agroalimentaria) confirmou a incidência de um surto de Influenza Equina na Argentina. Foram registrados casos em San Juan, e nos hipódromos de Mendoza, Palermo e San Isidro. Uma série de medidas sanitárias estão sendo realizadas para evitar que a doença se espalhe para outras regiões. Porém, os casos acenderam um alerta para os criadores brasileiros, pois devido à proximidade geográfica, a doença pode chegar ao território nacional através da fronteira oeste.
A doença tem alto poder endêmico e pode trazer um forte impacto econômico para o setor equestre. Para os especialistas, a vacinação dos cavalos é a forma mais eficaz de garantir a proteção dos animais.
A doença é transmitida através do contato direto com secreções nasais e orais de animais contaminados. Os equinos acometidos pela enfermidade apresentam queda de performance, inapetência e perda de peso. Além disso, a baixa no sistema imunológico deixa os animais suscetíveis a outras infecções que podem complicar o quadro clínico geral desses animais. O Brasil possui empresas que comercializam a vacina, que ainda podem imunizar contra outras doenças como Encefalomielite e Tétano.

Data: 13/04/2018
Fonte: Revista AG

Últimas notícias