CNA quer evitar novos bloqueios de exportação de gado em pé

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil quer impedir o bloqueio de novos embarques de gado vivo no país para evitar prejuízos aos pecuaristas brasileiros.
Na última segunda, 5, a Confederação protocolou pedido de assistência na Justiça Federal de São Paulo para fazer parte da ação que determinou na sexta (02/02) a suspensão das exportações de gado vivo em todo o território nacional.
Com a iniciativa, a CNA terá oportunidade de se manifestar e subsidiar tecnicamente as decisões do Poder Judiciário, defendendo a segurança jurídica de um setor que tem contribuído fortemente para a balança comercial e a recuperação econômica do País.
No Brasil, a exportação de bovinos é regulamentada por uma série de atos normativos, que abordam os procedimentos básicos para a preparação de animais vivos para a exportação e passam por fiscalização dos auditores fiscais agropecuários do MAPA.
Quanto à preparação de animais vivos para a exportação, os aspectos relacionados ao bem-estar animal consideram as recomendações da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), demonstrando que o Brasil está em acordo com as normas sanitárias estabelecidas pela OIE para seus 181 países membros.

Data: 08/02/2018
Fonte: CNA

Últimas notícias